Pesquisadores descobrem momento ideal para convencer as pessoas a deixarem o carro em casa

Avenida Paulista em dia de deixar o carro em casa (foto: Mariana Gil/WRI Brasil Cidades Sustentáveis)

Avenida Paulista em dia de deixar o carro em casa (foto: Mariana Gil/WRI Brasil Cidades Sustentáveis)

Mudar de hábitos não é nada fácil. Ainda mais quando essa transformação passa por nos tirar da zona de conforto, usar mais as pernas. Nem sempre os benefícios para o corpo, a mente e o ambiente convencem, é preciso um empurrãozinho a mais.

Psicólogos da Universidade de Cardiff, no Reino Unido, realizaram um estudo com 18.053 ingleses, para entender em que momento as pessoas estão mais aptas a mudar de comportamento, com enfoque no tipo de transporte escolhido por elas. Os resultados mostraram que as pessoas com forte preocupação ambiental e que se mudaram a menos tempo (menos de um ano) reduziram o uso do carro em relação a quem tinha o mesmo nível de preocupação ambiental, mas não havia trocado de casa.

“Aqueles com atitudes preocupadas com o ambiente estão ligados a índices menores de uso do carro após se mudarem, mas essa ligação entre preocupações e comportamentos diminui ao longo do tempo”, explicou Thomas.

Do ponto de vista da mudança prática, a descoberta dos pesquisadores sugere que políticas de desestímulo ao uso do carro seriam melhor empregadas em pessoas novas no bairro, por exemplo. Segundo Thomas, outras mudanças de vida também podem encorajar mudanças de hábitos, como mudanças de trabalho, ter um filho, aposentadoria ou perda de um familiar.

Os números mostraram que após três meses os resultados já começam a ser menores. Essa pista sobre o comportamento humano pode ajudar a convencer mais gente a adotar hábitos mais sustentáveis de deslocamento, que contribuem para toda a sociedade, reduzindo a poluição do ar, a emissão de gases do efeito estufa, os engarrafamentos e tantos outros problemas relacionados ao uso do carro, principalmente quando esse uso não é extremamente desnecessário. Mas não quer dizer que você precisa esperar aquele amigo que vai até a esquina dirigindo mudar de bairro para tentar convencê-lo.

  • Guto Roft

    Legal 😉