Münster: a cidade alemã das bicicletas

1 - foto principal

(Foto: Luiza Maciel)

Münster é uma cidade independente, localizada na Renânia do Norte-Vestfália, na Alemanha. É lá que fica a Universidade de Münster (Westfälische Wilhelms-Universität, WWU), a quarta maior da Alemanha. Por esse motivo, é uma cidade jovem e com caráter universitário: os cerca de 55 mil estudantes representam 20% da população.

Münster é conhecida na Alemanha por ser a cidade das bicicletas, uma vez que conta com mais de 500 mil magrelas (cerca de 1,7 por habitante), além de contar com ciclovias belas e bem estruturadas. Em 2004, no LivCom Award, a cidade recebeu o título The World’s Most Livable City. De acordo com pesquisa domiciliar realizada em 2007 e disponível aqui, 38% da população de Münster se desloca diariamente em bicicleta, superando todos os demais modos de transporte.

2 - após breve descrição da cidade

(Foto: Luiza Maciel)

Ao chegar na estação central de trem, as bicicletas logo chamam atenção, estacionadas por extensa área ao redor. Ao andar mais um pouco, você começa a perceber que elas estão definitivamente por toda a parte! Ainda próximo à estação de trem, há a Radstation, o maior estacionamento para bicicletas na Alemanha, com 3.300 vagas. Além de estacionamento, é possível lavar sua bicicleta ou alugar uma! Para alugar uma bicicleta, paga-se 8 euros e ela vem equipada com os acessórios de sinalização obrigatórios naquele país, além de ser assegurada contra furtos.

Outra estrutura muito interessante de Münster é a Promenade. Trata-se de uma extensa via cercada por árvores e destinada exclusivamente a pedestres e ciclistas (em espaços segregados). A via é um anel que rodeia toda a cidade velha e é realmente um passeio imperdível para quem visita à cidade. Pedalar pelas ruas de Münster traz uma sensação agradável e de segurança – sempre se está cercado por outros ciclistas e pedestres.

5 - Promenade

Promenade, via exclusiva para pedestres e ciclistas (Foto: Luiza Maciel)

Importante ressaltar que, além de toda a infraestrutura destinada às bicicletas e da prioridade do modal no trânsito da cidade, os ciclistas também devem seguir diversas regras – e elas parecem ser sempre cumpridas. Em muitos pontos de cruzamentos das ciclovias com as vias de tráfego misto, por exemplo, o ciclista possui sinalização semafórica ou mesmo sinalização de “dê a preferência”, as quais são sempre respeitadas. Os ciclistas devem usar faróis dianteiros e traseiros e também respeitam essa conduta. O capacete, entretanto, não é necessário e tampouco utilizado pela população de uma forma geral.

Além das bicicletas, a visita à Münster é válida pois trata-se de uma cidade com vida cultural ativa, com o centro histórico, museus, teatros e cinemas. No centro histórico, estão localizadas atrações como a Prinzipalmarkt, a Rathaus, a igreja St. Lamberti (considerada a igreja gótica mais bonita da região da Vestfália), e a catedral St. Paulus Dom. Muitas dessas edificações sofreram danos na Segunda Guerra Mundial e, embora tenham sido restauradas, alguns registros do passado foram mantidos. Outro destaque é o Residenzschloss, castelo construído em 1767-87 e hoje sede da universidade de Münster. Ele está no entorno imediato da ciclovia Promenade.

7 - castelo

Residenzschloss, sede da universidade de Münster (Foto: Luiza Maciel)

3 - estacionamento

Bicicletas estacionadas na cidade (Foto: Luiza Maciel)

2

O modal é o mais utilizado pela população local (Foto Luiza Maciel)