Mapa interativo permite visualizar história urbanística e social do Rio de Janeiro

(Imagem: Reprodução ImagineRio)

Surgiu no Texas, Estados Unidos, um projeto que permite visualizar a história e a evolução do Rio de Janeiro em uma única plataforma. Dois professores da Universidade de Rice, em Houston, apaixonados pelo Brasil e com trabalhos dedicados à nossa história, decidiram construir uma ferramenta que mostrasse a evolução do Rio desde 1500, com todas as suas peculiaridades, da beleza geográfica natural à ocupação desordenada, da arquitetura aos monumentos.

Organizado em um mapa interativo, o projeto ImagineRio percorre todas as fases da história da cidade reunindo informações cartográficas, urbanísticas, iconográficas e geográficas. A ferramenta nasceu da aproximação entre a historiadora Alida Metcalf, que pesquisa a história da América Latina, especialmente do Brasil, e o arquiteto e professor de humanidades Farès el-Dahdah, da Universidade de Rice, em Houston.

Unindo forças, os dois buscaram uma forma de mostrar como o Rio de Janeiro se transformou na cidade que é hoje, com seus contrastes e beleza monumental. O grupo define a plataforma como um atlas buscável que ilustra a evolução social e urbana da cidade ao longo de toda a sua história, como ela ocoreu e como ela foi, por vezes, imaginada. Usuários podem incorporar projetos urbanísticos como os de Pereira Passos, no começo do século XX, inspirado em Paris, e o “plano urbano” proposto por Le Corbusier em 1936.

(Imagem: reprodução ImagineRio)

A plataforma ainda está em versão beta, de acordo com os autores do projeto, mas poderá evoluir conforme a contribuição de outras pessoas. Na Universidade de Rice, por exemplo, alunos realizaram exercícios relacionando imagens históricas com pontos geográficos do mapa, algumas delas já incorporadas no site.

Outro aluno cruzou informações da história musical da cidade com as coordenadas, para mostrar como o que acontece em cada região  depende de quem mora lá e da sua classe social. Músicas com influências europeias surgiram de locais mais elitistas, enquanto canções populares, com raízes africanas, nasceram em outros pontos e comunidades. Também é possível ver as transformações antes e depois da chegada da corte portuguesa à cidade maravilhosa, no início do século XIX.

A plataforma é uma fonte cheia de potencialidades para historiadores, arquitetos, cartógrafos, turistas e mesmo moradores conhecerem melhor o Rio de Janeiro. E, certamente, deve auxiliar em pesquisas que revelem ainda mais sobre sua rica e complexa história.