Prefeitura de São Paulo sanciona lei que oficializa o Parque Minhocão

(Foto: Parque Minhocão/Reprodução)

No início de março, o prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, sancionou a lei municipal que denomina o Elevado Costa e Silva como “Parque Minhocão” nas ocasiões em que a via estiver fechada para o tráfego de veículos. A mudança na nomenclatura não altera os horários em que o elevado fica fechado para os carros, mas permite a adoção de medidas previstas em outros parques da cidade – como, por exemplo, a criação de um conselho gestor e ações de zeladoria para garantir o aprimoramento de sua utilização pela população.

Hoje, o viaduto fecha a partir das 21h30, de segunda a sexta-feira, e reabre às 6h30 do dia seguinte. Aos sábados, o trânsito de veículos é interrompido às 15h, para que pedestres e ciclistas possam usufruir do parque durante o domingo inteiro, até às 6h30 de segunda-feira. Nos feriados a via também fecha para carros.

A sanção da lei permite que seja criado um posto de zelador, contratado pela prefeitura, bem como a vigilância da Guarda Civil Metropolitana poderá ser solicitada, caso a necessidade seja apontada por pessoas que utilizam o parque. Entre as recentes iniciativas de humanização do espaço, podem ser citadas a construção da ciclovia abaixo do elevado e a instalação dos jardins verticais nas paredes de edifícios vizinhos ao elevado. Outra vantagem da sanção é que os coletivos e grupos que atuam na região poderão ser chamados pela Subprefeitura local para participar do futuro conselho gestor. Dessa forma, os paulistanos continuam a usufruir da área de lazer de 2,8 km de extensão e ainda ganham com os novos benefícios.

A discussão sobre a utilização do “Minhocão” abrange algumas diretrizes do Plano Diretor Estratégico. Até 2029, a administração municipal vai definir uma destinação definitiva para a via, que pode ser sua transformação permanente em parque ou desmonte do elevado. Felizmente, as iniciativas atuais apontam no sentido de permanência do espaço de convivência. A população agradece.

(Fonte: eCycle, EcoD)