França pretende instalar mil quilômetros de estradas com geração de energia limpa

Ainda nesse semestre, devem começar as instalações do projeto francês de estradas solares. Através de uma parceria entre a Colas, empresa de infraestrutura para o transporte, e o INES (Instituto Nacional Francês para Energia Solar), o país pretende ter, em cinco anos, mil quilômetros de estradas gerando energia renovável através do sistema de pavimentos solares equipados com placas de vidro, afirmou a Ministra de Ecologia e Energia, Ségolène Royal.

O projeto que a França pretende implementar em suas rodovias é o Wattway. Sua principal diferença é que as rodovias não precisam ser reconstruídas, pois o produto é semelhante a um tapete. Ele funciona apenas cobrindo os pavimentos já existentes e mantendo as características necessárias para o tráfego. Com apenas sete milímetros de altura e sua instalação não necessita de adequações ou reformas nas pistas já existentes. É uma cobertura do asfalto capaz de gerar energia limpa.

“Com apenas 20 metros quadrados, é possível gerar energia suficiente para abastecer uma casa”, explica o site do produto. Já um quilômetro de ruas equipadas com a tecnologia é capaz de gerar eletricidade suficiente para abastecer toda a iluminação pública de uma cidade com cinco mil habitantes, destaca o site CicloVivo.

(Foto: divulgação)

Os sistemas fotovoltaicos em estradas são efetivos por receberem diretamente os raios  do sol, já que elas estão espalhadas por todas as regiões e são ocupadas durante apenas 10% do tempo, sem que seja preciso construir espaços exclusivos para isso.