Artista transforma partículas de poluição de Pequim em tijolos

Um artista que se autointitula “Nut Brother” coletou a matéria do ar de Pequim por 100 dias consecutivos para o seu projeto chamado “Plano de Poeira”, de 24 de julho a 29 de novembro,

Para isso, ele usou um aspirador industrial que suga qualquer material particulado com diâmetro superior a 0,2 microns, e caminhou ao redor de Pequim para aspirar o ar.

(

(Reprodução/Nut Brother)

O aspirador de pó tem poder máximo de 1.000 watts com um fluxo de ar de 234 metros cúbicos por hora. A máquina pode ser usada durante quatro dias com uma única carga, e a quantidade de ar aspirado é equivalente ao quanto 62 pessoas respiram por dia.

Após, ele cozinhou todo o material particulado coletado em pedaços de tijolos, ontem, 30/11.

(Reprodução/Nut Brother)

 A ideia para seu projeto vem sido maturada desde 2013, quando Pequim sofreu uma onda de grave poluição, que ultrapassou o índice padrão PM 2,5, que mede partículas com um diâmetro inferior a 2,5 microns.

A parte final do seu projeto vai ser colocar os tijolos para uso em materiais de construção, para refletir como o rápido desenvolvimento e ações econômicas afetam a vida humana.

(Reprodução/Nut Brother)

Na introdução de “Plano de poeira”, Nut Brother diz: “Nossa cidade está se tornando uma cidade cercada por carros, cercada por industrias de engenharia química, nós fazemos mais poeira enquanto usamos mais recursos. Nós vamos finalmente nos tornar poeira quando todos os recursos naturais da terra forem usados”

Nut Brother, nascido em 1981 na província de Hubei, esteve focado em muitos assuntos como a redução do número de livrarias vistas como espaço público e a taxa de uso de prédios modernos nas cidades urbanas. Ele trabalhou em muitos projetos de arte antes de largar o seu emprego em uma agência de propaganda.

(Esse post foi publicado originalmente do ChinaDaily e traduzido para o TheCityFixBrasil)