Pessoas são o ingrediente principal da receita para o sucesso

Foco. Ação. Persistência. Criatividade. Todos os grandes nomes internacionais em gestão, inovação e tecnologia digital reunidos no Expomanagement 2015, em algum momento de suas palestras deram ênfase as essas palavras. Voltado eminentemente para a área empresarial, o evento promovido pela HSM Educação Executiva dias 9, 10 e 11 de novembro, em São Paulo, poderia ter sido organizado para os administradores públicos das cidades, dos estados e mesmo em nível federal. Aliás, Mato Grosso aproveitou a oportunidade para apresentar-se como uma boa opção ao investimento privado – montou estande e caprichou numa publicação bilíngue equilibrada em dados e fotos sobre a vocação local e o potencial para novos negócios.

Robin Chase, durante Expomanagement 2015. (Foto: HSM)

Com mais ou menos eloquência, todos os 18 palestrantes internacionais do auditório principal referiram-se à importância de estruturar equipes de qualidade e focar nas pessoas. São elas a essência de todo o desenvolvimento, cada vez mais. Pioneira da economia do compartilhamento, fundadora da Zipcar a maior empresa de carsharing do mundo, Robin Chase foi categórica: “A Internet tornou a colaboração possível. As pessoas hoje querem participar de alguma maneira, querem colaborar.”

O escritor e pensador Malcolm Gladwell prefere ser mais genérico e atribui à tecnologia a capacidade de agregar grandes ganhos a pequenas organizações. Assim surgiram empresas como a Microsoft, a Apple, o Google e outras tantas. Já o presidente do Le Cirque de Soleil, Daniel Lamarre, reforça o foco nas pessoas: “Empodere seus empregados para estimular a criatividade. Criatividade é alma e coração de uma organização”.

Na plateia, empresários e empreendedores de diversas partes do mundo. (Foto: HSM)

E assim, um a um, os palestrantes foram desfilando ideias, conceitos e histórias interessantes, capazes de inspirar reflexões e instigar à ação. Destacamos os mandamentos de Jim McKelvey, empreendedor, artista e escritor, que podem muito bem ser seguidos por tomadores de decisão de nossas cidades. Eis um resumo deles:

  1. Resolva problemas – foco na solução de problemas, com visão de futuro
  2. Seja rápido e eficaz – é preciso ser ligeiro na correção e ajustes de rumo
  3. Faça uso da tecnologia – beneficie-se da tecnologia que já existe para agilizar os processos e prestar melhor serviço
  4. Persevere humildemente – é preciso continuar agindo, porque a inércia leva ao retrocesso, mas siga em frente receptivo às colaborações e parcerias.

Saiba mais sobre o Expomanagement 2015.