Minha Casa, Minha Vida: investimento em energia solar gera renda para famílias

(Foto: Marcello Casaljr/Agência Brasil)

Em Juazeiro, no sertão da Bahia, o investimento em energia solar em dois empreendimentos do programa Minha Casa, Minha Vida gera renda, emprego e economia para cerca de mil famílias de baixa renda.

Com recursos do Fundo Socioambiental, 9.144 placas fotovoltaicas foram instaladas nos conjuntos residenciais Praia do Rodeadouro e Morada do Salitre. Com potencial para produzir energia suficiente para abastecer até 3,6 mil casas por um ano, os dois empreendimentos transformaram-se na maior microusina de energia solar do país.

A energia gerada abastece as áreas comuns dos condomínios, e o excedente é vendido à distribuidora local. A verba gerada, então, é administrada pelas associações de moradores e financia melhorias nos conjuntos. Entre fevereiro de 2014 e junho deste ano, foram arrecadados 1,89 bilhão de reais – 60% desse total vai para as famílias dos conjuntos, todas de baixa renda, 30% é colocado no fundo de investimentos do condomínio e da associação de moradores e os 10% restantes são utilizados para pagar as despesas de manutenção.

(Imagem: Portal Brasil/Reprodução)

Cada empreendimento consegue arrecadar em média 60 mil reais por mês. Com isso, foi possível implementar uma série de melhorias, incluindo centro comunitário, sala de informática, parada de ônibus, sinalização de trânsito e atendimentos médicos semanais. Esses investimentos beneficiam diretamente os moradores: o dentista contratado por um dos condomínios, por exemplo, realizou 1, 7 mil atendimentos nos últimos três meses, e as aulas de informática atendem 60 alunos por semana, entre crianças e adultos.

Além dos benefícios estruturais, a mudança também criou empregos para alguns dos moradores que, capacitados para instalar as placas, agora trabalham na manutenção. Com a renda gerada pela produção de energia, as famílias também receberam uma média de 70 reais por mês, valor capaz de cobrir as prestações do MCMV.

(Fonte: Portal Brasil, CAIXA)