Friday Fun: Ladeiras e bicicletas não precisam ser inimigas

Esse post foi traduzido e adaptado. Originalmente escrito por Coby Joseph para o TheCityFix.

Você é daqueles ciclistas que contorna as ladeiras da sua cidade? Sei como é. Nem sempre dá para enfrentar todas. A cidade de Trondheim, na Noruega, criou uma iniciativa original (e faz tempo) para promover o ciclismo e tornou uma das maiores ladeiras da cidade uma desafio fácil de ser enfrentado pelos ciclistas. O “Trampe CycloCable” é um elevador de 130 metros que empurra os ciclistas para cima através de um pedal preso a um cabo motorizado no subterrâneo. Olha como funciona:

 

Esse elevador foi construído em 1993 e desde então já auxiliou cerca de 200 mil ciclistas sem ocorrências de acidente. Antes de ser aprimorado em 2013, o elevador tinha uma taxa e podia levar apenas um ciclista por vez. Agora, além de gratuito, carrega de cinco a seis ciclistas por minuto. Esse elemento de auxílio aos ciclistas faz da cidade de Trondheim uma das mais cicláveis no mundo. Uma pesquisa da City Clock Magazine apontou a cidade como a 7ª melhor do mundo para pedalar – lá, 18% de todos os trajetos são feitos de bicicleta.

A tecnologia do CycloCable atualmente é comercializada para que outras cidades ao redor do mundo possam implementar o mecanismo. O custo é de 2.300 dólares por metro. Essa é uma das muitas maneiras de melhorar o ciclismo em áreas urbanas com muitas inclinações. Outro exemplo é a Roda de Copenhagen, que acopla um motor na roda traseira da bike e o ativa através de um aplicativo no celular.

(Foto por Max Tomasinelli)

No Japão, ainda, um elevador diferente ajuda a integrar ciclismo e infraestrutura de transporte público. Autoridades municipais criaram o Bike-A-Lator para ajudar ciclistas a subir ou descer as escadas para as estações de metrô. Veja como funciona:

 

Esses são apenas alguns exemplos de inovações sendo exploradas para facilitar a pedalada nos centros urbanos ao redor do mundo. Alguma dessas funcionaria na sua cidade?