Mobilidade em 1 Instante: semelhança poética das ruas

(Foto: Baptiste Pons)

19 de agosto: dia do ciclista e da fotografia
Comemoração de dois dos temas que permeiam nossa série. Por isso, o post de hoje é uma homenagem.

Existe certa semelhança poética entre ciclistas e fotógrafos. Em busca de um mundo melhor (considerando os diferentes matizes do que isso possa significar para cada um), ambos se esforçam para mostrar a todos o seu ponto de vista, defendendo a causa e acreditando bravamente em seus ideais.

Fotografo para mostrar nosso mundo, para encontrar no caos da rotina a singela beleza nos detalhes. Como fotógrafa de rua, estou sempre atenta às pessoas que circulam, deixo-me ser absorvida pelo fluxo da cidade até que faça parte daquele vai e vem, até ser só mais uma peça do quebra-cabeça urbano.

Quando estou na minha bicicleta, sou mais do que apenas um indivíduo atravessando a cidade. Estou em contato com o que me cerca: sinto os aromas das flores (e das descargas dos caminhões), vejo os rostos das pessoas na calçada, ouço todos os sons ao meu redor. Em meio ao fluxo de ciclistas que se deslocam em sincronia pela ciclovia, sou mais uma peça da engrenagem que movimenta as ruas.

Somos todos uma coisa só no curso da cidade. Somos todos parecidos em nossa forma de absorver o que nos cerca. Lutamos pelo mesmo ideal: cidades melhores para todos.

***

A série Mobilidade em 1 Instante, do TheCityFixBrasil, é movida pela fotografia. Trazemos imagens que nos inspiram e que permitem uma reflexão sobre a mobilidade e a vida nas cidades. Se você quiser participar, com um texto ou uma fotografia, será muito bem-vindo a bordo! Escreva para nós: contato@embarqbrasil.org