Friday Fun: Empoderando jovens mulheres através do skate

Quando Oliver Percovich desembarcou em Cabul, capital do Afeganistão, com três skates embaixo do braço, logo foi cercado por crianças querendo se equilibrar em cima do objeto incomum para sua cultura. Descobriu, então, que as leis talibãs proíbem mulheres de andar de bicicleta, mas não dizem nada sobre o skate. Pensando na ferramenta de empoderamento e liberdade que praticar tal esporte poderia trazer para essas meninas e crianças em geral, decidiu fundar a ONG Skateistan na cidade.

O que começou como uma pequena escola dedicada a ensinar o esporte para meninas e meninos hoje possui os dois maiores centros esportivos do Afeganistão, além de ser a maior organização esportiva composta por mulheres no mundo. Para o fundador, o skate é apenas o gancho para transformar a vida dessas crianças, pois através do esporte eles criam laços e transcendem barreiras sociais. “As crianças vêm pelo skate, mas ficam pela educação”, disse Oliver em sua palestra no TEDxSidney (vídeo).

O programa atende crianças e jovens entre cinco e 18 anos.  50% dos alunos são moradores de rua e 40% das integrantes são meninas. O alto número de meninas envolvidas surpreende, pois o público feminino do país vive em situação de extrema desigualdade – e tem mais deveres e leis restringindo suas ações do que direitos.  Fator que faz com que a ONG dedique cada vez mais projetos especialmente criados para jovens mulheres. Para Oliver, o aspecto de novidade do skate no país ajudou, pois “não deu tempo de pensarem em como restringir as mulheres de andar de skate”.

Em 2011, o programa ganhou força e extensões dele foram instaladas no Cambodia e na África do Sul. É possível conferir mais sobre a iniciativa no documentário Skateistan – Four Wheels and a Board in Kabulmque retrata a rotina das meninas e as principais atividades exercidas pelas alunas.

 

O projeto é tocante; e ver as meninas felizes em cima dos skates (como retratado abaixo pela fotógrafa Jessica Fulford-Dobson) é, no mínimo, inspirador.

Fotos: Jessica Fulford