Quatro visualizações criativas para dados de mobilidade urbana

Informação é poder.

Ao abrir seus dados de qualquer área – saúde, educação, mobilidade urbana –, as cidades facilitam a criação de aplicativos, sites ou ferramentas úteis para as pessoas que dependem dos serviços públicos urbanos.

Empoderar a população com essas informações é essencial e uma prática cada vez mais adotada em cidades pelo mundo. Agora, quando a criatividade extrapola o limite dos utilitários, os dados por si só podem ser fascinantes até para quem é leigo.

Mapas, sons, ferramentas – quem não gosta de uma bela visualização de dados? Separamos alguns exemplos para você:

O mapa mundi dos transportes

A Universidade de Friburgo desenvolveu uma ferramenta que reúne em mapas os sistemas de transporte de várias cidades pelo mundo. O Transit Visualization Client (Travic) é alimentado com os dados abertos, alguns em tempo real, de órgãos e agências locais de transportes. É possível visualizar toda a malha de transportes de uma cidade em mapas e até em fotos de satélite da cidade. Até hoje, estão reunidas informações sobre 254 sistemas no mundo – a única cidade brasileira disponível é São Paulo, representada na imagem abaixo.

Dados que se pode ouvir

E se houvesse outra maneira de perceber todos os dados que uma cidade poder gerar? O dinamarquês Kasper Fangel Skov, designer digital e de áudio, sonificou dados da mobilidade urbana em tempo real. Para ouvir os dados conforme são atualizados, a cada cinco segundos, é preciso fazer o download da aplicação, mas dá para ter uma noção do resultado pelos trechos disponíveis via Sound Cloud. Ouça a “música” dos dados de cada cidade.

 

Lançando luz à mobilidade humana

A matéria-prima do aplicativo Human é o movimento humano nas cidades. Embora sua proposta seja incentivar 30 minutos de atividade física por dia aos usuários, detectando automaticamente quando um usuário caminha, pedala, corre ou utiliza transporte motorizado, ele faz muito mais do que isso. Os dados gerados pelos milhares de deslocamentos são transformados em mapas fascinantes que mostram a tendência de mobilidade urbana nas cidades.

Bicicletas públicas pelo mundo

Bike Share Map traz informação em tempo real sobre sistemas do mundo todo.

A plataforma é simples: basta selecionar uma cidade para ver o mapa de estações, que estão indicadas por círculos. Cada círculo indica quantas bikes estão disponíveis e quantas posições estão vagas para devolução. Ela mostra também as bicicletas danificadas, se a informação estiver disponível.