Cidade brasileira cria vaga exclusiva para car-share

Vaga exclusiva para carro compartilhado é oferecida em Palhoça, SC. (Foto: Divulgação)

Os carros compartilhados estão começando a surgir no Brasil e têm potencial, a exemplo do que já ocorre em outros locais, para substituir veículos privados e amenizar congestionamentos. Para que os sistemas ganhem adeptos por aqui, contudo, precisam ser mais conhecidos pelas pessoas, e isso começa por introduzi-los no cotidiano das cidades.

Em Palhoça, município da Grande Florianópolis, esse processo já começou. No início do ano, o primeiro sistema car-share da região, o PodShare, entrou em operação. A prefeitura, para estimular a novidade, implantou uma vaga exclusiva para o compartilhado em caráter experimental. Paralelamente, foi criado um projeto de lei que reconhece o serviço de compartilhamento de veículos e cria uma nova categoria de vaga de estacionamento em vias públicas, a “exclusiva para veículos compartilhados”. Se aprovado, a expectativa é que pelo menos 10 outras vagas sejam espalhadas pelo município, de cerca de 155 mil habitantes.

“É vez cada vez mais evidente o impacto que meios de transportes compartilhados causam no trânsito”, diz Brener Martins, confundador da startup responsável pelo PodShare. “Para que as cidades percebam seus efeitos positivos no trânsito, contudo, é preciso implantá-los em maior escala. Mas caminhamos nesta direção”, acrescenta.

O PodShare tem um veículo compartilhado a serviço da Grande Florianópolis, que já totalizou 183 horas de viagem. “Temos mais dois carros prestes a atender hotéis, pois estamos entendendo qual segmento de mercado mais faz sentido para o país”, explica Martins, acrescentando que, até o fim deste ano, a expectativa é ter 20 veículos com potencial para atender mil pessoas.

Para utilizar o serviço, basta preencher um cadastro online.

O serviço de compartilhamento é uma alternativa ágil, prática e sustentável para os deslocamentos urbanos. Consiste em fazer a locação dos veículos por curtos períodos de tempo.

Os benefícios são a diminuição dos congestionamentos, economia de tempo, dinheiro e a redução de emissões de poluentes, já que um maior número de pessoas utilizam o mesmo veículo. E números comprovam. Nos Estados Unidos, por exemplo, estudo mostrou que, em dez regiões metropolitanas com serviços car-share, como ZazCar e ZipCar, para cada carro oferecido, 32 vendas de automóveis particulares foram evitadas. Já na Alemanha, na cidade de Bremen, um veículo do sistema de carros compartilhados substitui um automóvel privado.