Friday Fun: Sonic Particles – os dados que você pode ouvir

(Foto: Wenjie, Zhang/Flickr)

Open data é um dos princípios básicos para que possa haver transparência na relação entre pessoas e governos. Analisar e compreender dados, porém, dadas as dimensões que podem abranger, nem sempre é tarefa simples. Estamos acostumados a lidar com números olhando para eles, encarando-os e tentando compreender o que significam e como inter-relacioná-los. Mas e se houvesse outra maneira de perceber todos os dados que uma cidade poder gerar?

Essa foi a proposta do desafio artístico Sense Your City. O projeto começou, entre dezembro de 2014 e fevereiro de 2015, com a instalação de sensores em sete cidades do mundo – São Francisco, Boston, Rio de Janeiro, Genebra, Bangalore, Singapura e Xangai – para medir os níveis de poluição, poeira, iluminação, som ambiente, temperatura e umidade. Coletados os dados, a tarefa para os participantes – artistas e designers – era usá-los para contar uma história sobre uma das cidades.

Trinta e quatro projetos concorreram e três foram selecionados. Mas o destaque foi a criação de Kasper Fangel Skov, designer digital e de áudio da Dinamarca: ele sonificou os dados. O projeto, Sonic Particles 2.0, é uma composição sonora que reflete os dados coletados em tempo real. Para ouvir os dados conforme são atualizados, a cada cinco segundos, é preciso fazer o download da aplicação, mas dá para ter uma noção do resultado pelos trechos disponíveis via Sound Cloud. Ouça a “música” dos dados de cada cidade.

 

 

(Fonte: CityLab)