BRTData: sistemas de prioridade ao ônibus estão em 191 cidades do mundo

Terminal do corredor TransCarioca, no Rio de Janeiro (Foto: Mariana Gil/EMBARQ Brasil)

Os sistemas de transporte coletivo que priorizam o ônibus, tornando o modal mais eficiente e ágil, são soluções efetivas para a mobilidade e melhoram a qualidade de vida, a produtividade, a saúde e a segurança das pessoas. Um passageiro de ônibus ocupa 15 vezes menos espaço que uma pessoa de carro quando se desloca, além de poluir menos e não contribuir para os congestionamentos que tomam as ruas das grandes cidades.

A boa notícia é que esses sistemas ganham força a cada dia, na medida em que um número crescente de cidades passa a investir nesse modal, oferecendo à população uma opção de transporte coletivo com mais qualidade. Em 191 cidades do mundo, 31,9 milhões de passageiros circulam em 5.057 quilômetros de 391 corredores dedicados ao ônibus.

(Fonte: BRTData.org)

Desde 2011, 46 novas cidades somaram-se a essa lista, sendo as últimas Chengdu, na China, e Barcelona, na Espanha. Os números constam na última atualização do BRTData.org, banco de dados global que reúne informações sobre os sistemas BRT e de prioridade ao ônibus em todo o mundo.

(Fonte: BRTData.org)

O Brasil aparece em posição de destaque como um dos países com mais pessoas beneficiadas pelos sistemas e corredores dedicados: 11,9 milhões de passageiros diariamente.

(Fonte: BRTData.org)

A plataforma oferece acesso a uma extensa rede de dados como esses, além de 116 indicadores diferentes sobre as operações de cada sistema, design e custo, incluindo métricas como velocidade comercial, demanda anual, economia de combustível e idade da frota, entre outras. No menu BRT Panorama (uma das novidades da reformulação do site, em dezembro do ano passado), é possível comparar diferentes dados e baixar as informações desejadas em PDF.

***

Criado em 2010, o BRTData é um projeto do programa Across Latitudes and Cultures – Bus Rapid Transit (ALC-BRT), um centro de excelência em BRT. A construção da plataforma e a coleta de dados são o resultado de uma parceria entre a rede EMBARQ, os membros do ALC-BRT, a Agência Internacional de Energia (AIE) e a Associação Latino-Americana de Sistemas Integrados de Transporte e BRT (SIBRT). Atualmente o BRTData.org é gerenciado e atualizado pela EMBARQ Brasil, produtora deste blog.