Concurso 3 Estações: arquitetos vencedores iniciam semana de aprendizados em Nova York

 

O grupo vai explorar diferentes projetos urbanos que deram certo em NY ao longo dessa semana. (Foto: Marcelo Noah)

As representantes dos grupos vencedores do Concurso 3 Estações – Camila Paim, Fabiane Sakai Ito, Fernanda Merces, Carolina Guido Monteiro e Alessandra Mimura – desembarcaram em Nova York essa semana para conhecer boas práticas e projetos urbanos de sucesso que transformaram a Big Apple em um lugar mais acessível e agradável em áreas densas e bem movimentadas. Essa terça-feira (5) foi o ponta-pé inicial de uma semana inteira de aprendizados. O concurso foi uma iniciativa do USP Cidades e EMBARQ Brasil, tendo o objetivo de aprimorar a microacessibilidade a pedestres, ciclistas e usuários do transporte coletivo, convidando a comunidade de arquitetos a submeter as melhores ideias para o entorno das estações de trem Berrini, Vila Olímpia e Santo Amaro na região do Rio Pinheiros em São Paulo.

Em sua primeira atividade, o grupo esteve acompanhado por Paula Souza do USP Cidades em visita ao Stevens Institute of Technology, onde foram recebidos pelo professor Alexandros Washburn. Autor do livro The Nature of Urban Design: a New York perspective on Resilience, o ex-diretor de design urbano da cidade de Nova York na gestão do prefeito Michael Bloomberg contou de suas novas pesquisas e projetos junto à universidade. Após sua fala, unindo teoria e conhecimento prático para lidar com a análise de sistemas complexos, Alexandros fez uma leitura atenta dos projetos vencedores junto de seus idealizadores.

Alexandros Washburn recebe as viajantes. (Foto: Marcelo Noah)

Logo após, foi a vez de encontrar Matthew Row, do The National Association of City Transportation Officials (NACTO), na esquina da rua 33 com a Broadway, um dos cruzamentos mais movimentados de Manhattan. Matthew conduziu o grupo por um passeio comentado, apontando as principais transformações das vias na região e de como a prefeitura de NYC conseguiu aumentar a velocidade do fluxo de veículos ao mesmo tempo que criou diversos espaços públicos destinados apenas aos pedestres.

Segundo Matthew, o conceito de espaços públicos outros que não somente parques é algo novo para os novaiorquinos, e tais mudanças só foram possíveis graças ao baixo custo e da flexibilidade no modelo usado para implementar tais modificações no desenho urbano da região. Um dos destaques do projeto é a queda de mais de 60% na taxa de acidentes, graças ao estreitamento das vias destinadas aos veículos particulares.

O Concurso 3 Estações foi realizado pelo WRI Brasil | EMBARQ Brasil e USP Cidades, com patrocínio da Caterpillar e apoio da Plataforma Conexões do Rio Pinheiros.

Primeiro dia na rua. (Foto: Marcelo Noah)

Matthew Row conhece os projetos vencedores do Concurso 3 Estações. (Foto: Marcelo Noah)

Confira a cobertura completa da viagem:

#Dia1: Concurso 3 Estações: arquitetos vencedores iniciam semana de aprendizados em Nova York
#Dia2: Concurso 3 Estações: uma visita ao Center For Active Design em NYC
#Dia3: Nas ruas de Nova York: vencedoras do Concurso 3 Estações têm visita guiada pelo NYC DOT
#Dia4: Concurso 3 Estações: uma imersão no Highline em NYC

 

Clique aqui para relembrar as ideias vencedoras do Concurso 3 Estações.