Garagens pelo mundo: carro, moto ou bicicleta?

Estudo do Pew Research Institute analisou a posse de carro, bike e moto em 44 países e descobriu tendências conforme a região, conforme o infográfico interativo abaixo. (Foto: Maciej Hrynczyszyn/Flickr)

Os moradores de países desenvolvidos têm mais bicicletas que de economias emergentes; e quanto mais alta a renda, mais provavelmente alguém terá um carro na garagem. Esses e outros fatos foram descobertos pelo Pew Research Institute a partir de uma análise com 44 países de todo o mundo.

O instituto realizou uma pesquisa para descobrir a relação entre a posse de itens como eletrodomésticos e meios de transportes – carros, bicicletas e motocicletas – e a faixa de renda da população, e concluiu que a preferência (em termos de posse, não de utilização) por um ou outro meio de transporte tende a variar drasticamente conforme a região e seu índice econômico.

No geral, o estudo descobriu que as bicicletas são mais comuns em todo o mundo do que os carros, mas ainda estão mais presentes nas economias desenvolvidas que emergentes. Do total de países analisados, em 42% os residentes têm uma bicicleta na garagem, com destaque para a Alemanha, com oito em cada dez casas. No Brasil e nos Estados Unidos, são 53%. Os países líderes em posse de bicicleta são Japão (78%), Tailândia (74%) e Polônia (70%). Já os que têm menos bicicletas são Líbano (7%) e Jordânia (5%).

Já o carro está presente em cerca de um terço dos países analisados, com 35% deles. A Itália e os Estados Unidos lideram o ranking, respectivamente, com 89% e 88%. Em sete países da União Europeia, uma média de 79% possuem carro. Coreia do Sul e Japão também têm altos índices, ao lado de outras economias desenvolvidas. Na África Subsaariana e no Sudeste da Ásia; no entanto, é mais difícil encontrar o automóvel. No Brasil, a posse de carro é mais comum entre as maiores rendas (66% vs. 25% de baixa renda) e esse padrão segue em muitas nações emergentes.

Em se tratando de motocicleta, as economias emergentes lideram a posse do modal. Menos comuns que os carros e as bicicletas mundialmente, elas estão presentes em oito de cada dez garagens da Tailândia, Vietnã, Indonésia e Malásia. Em seguida vêm Ásia, China (60%), Índia (47%) e Paquistão (43%). No Brasil, o índice de posse das motocicletas está em 29%. Já nas economias desenvolvidas, a Itália, famosa pelas vespas lidera o índice, com 26% de posse, e a Grécia. Nos Estados Unidos, somente 14% dos habitantes declararam possuir uma motocicleta.

CONFIRA OS RESULTADOS NO INFOGRÁFICO INTERATIVO: