Sustainable Cities Index: as cidades mais sustentáveis do mundo

Frankfurt, na Alemanha: cidade ocupa a primeira posição entre as 50 mais sustentáveis do mundo (Foto: Kiefer/Flickr)

Sete cidades europeias e três asiáticas. Este é o Top 10 com as cidades mais sustentáveis do mundo.

A ARCADIS lançou este mês a edição de 2015 do Sustainable Cities Index, com a classificação das 50 cidades mais sustentáveis do mundo. O índice foi calculado pelo Center for Economics and Business Research considerando os fatores sociais (people), ambientais (planet) e econômicos (profit) que fazem uma cidade sustentável.

Na medida em que o mundo se torna progressivamente mais dependente das áreas urbanas, e que estas, por sua vez, devem passar a acomodar 2,5 bilhões de pessoas a mais até 2050, a sustentabilidade torna-se uma questão de sobrevivência. A partir dos dados elencados no relatório, é possível identificar áreas de oportunidade para ações visando à sustentabilidade e à resiliência nos centros urbanos. Em outras palavras, trata-se de uma ferramenta que pode ajudar as lideranças municipais a definir prioridades e a focar seus esforços onde eles se fazem mais urgentes.

 

 

Nas primeiras posições do ranking, estão cidades europeias já bem desenvolvidas: Frankfurt, seguida por Londres, Copenhague, Amsterdã e Roterdã. As cidades de Seul, Hong Kong e Singapura também aparecem em destaque, fechando o Top 10 junto a Berlim e Madri.

São Paulo, a primeira brasileira na lista, só aparece na 31ª posição.A explicação para o bom desempenho das cidades eu europeias está no fato de a sustentabilidade constar na agenda de prioridades da Europa por muito mais tempo do que no resto do mundo. No Brasil, por exemplo, só recentemente sustentabilidade e resiliência passaram a ser preocupações das cidades. Em contraste, a alemã Frankfurt, que ocupa o confortável primeiro lugar, tem sido uma das líderes da causa desde 1990, quando criou sua própria agência de energia e se tornou membro fundadora da Climate Alliance of European Cities, que em 2015 celebra 25 anos.

Os resultados do índex mostram que, de forma geral, as cidades alcançam desempenho melhor em ser sustentáveis econômica e ambientalmente (profit e planet) do que conseguem quando o foco são as pessoas.

Os líderes municipais precisam encontras maneiras de equilibrar as necessidades de gerar lucros, ser um lugar atrativo para as pessoas e, ao mesmo tempo, reduzir os danos ao meio ambiente. Para entender como é uma cidade sustentável, precisamos entender como ela lida com suas questões sociais, econômicas e ambientais. Só assim é possível definir as prioridades e agir para abrir o caminho do desenvolvimento urbano sustentável.

John Batten, Diretor de Cidades Globais, ARCADIS

(Fonte: Sustainable Cities Index, Cities Today)