BRTData.org agora também em português e espanhol

A partir de hoje, o BRTData.org também está disponível em português e espanhol, aumentando o acesso às informações de sistemas como o de Curitiba (Foto: Ricardo Akam)

Os sistemas de transporte coletivo com priorização ao ônibus são soluções efetivas para o transporte urbano sustentável e melhoram a qualidade de vida, a produtividade, a saúde e a segurança das pessoas. Nos últimos anos, esses sistemas vêm ganhando força, na medida em que um número cada vez maior de cidades passa a oferecer à população opções de transporte nesse modal. O BRTData.org, banco de dados global que reúne informações de todos esses sistemas – BRT (Bus Rapid Transit), BHLS (Bus with High Level of Service) e corredores dedicados – agora está disponível também em português e espanhol, ampliando ainda mais o acesso a informações atualizadas e confiáveis.

Atualmente esses sistemas estão presentes em 190 cidades do mundo, totalizando 4.991 km de corredores dedicados ao ônibus e beneficiando 31,6 milhões de pessoas todos os dias. Na plataforma, é possível ter acesso a uma extensa rede de dados como esses, que são mensalmente atualizados, a fim de garantir a maior exatidão possível das informações.

Atualizado recentemente, o BRTData permite que o usuário faça comparações entre os indicadores à sua escolha e gere tabelas e gráficos com as informações desejadas. São aproximadamente 116 indicadores disponíveis sobre os sistemas, incluindo métricas como velocidade comercial, economia de combustível, valor das tarifas, quantidade de ônibus por hora e idade média da frota, entre outras. Acessando a ferramenta, é possível descobrir, por exemplo, que a cidade do Rio de Janeiro (Foto abaixo) tem 16 corredores, dois deles BRT e 14 BRS (Bus Rapid Service), e que o sistema de São Paulo transporta diariamente mais de três milhões de passageiros e tem uma das maiores extensões de corredores dedicados: 130 quilômetros. Mapas e fotografias dos sistemas também podem ser acessados.

Informações do sistema do Rio de Janeiro na página do BRTData.

“Os dados disponibilizados pretendem melhorar o acesso às informações, dando mais transparência aos projetos e fornecendo orientações claras para os tomadores de decisão. A plataforma também é uma fonte de informação confiável e atualizada para pesquisadores e jornalistas que buscam dados sobre mobilidade nas cidades”, afirma Daniela Facchini, Diretora de Projetos & Operações da EMBARQ Brasil.

Criado em 2010, o BRTData é um projeto do programa Across Latitudes and Cultures – Bus Rapid Transit (ALC-BRT), um centro de excelência em BRT. A construção da plataforma e a coleta de dados são o resultado de uma parceria entre a rede EMBARQ, os membros do ALC-BRT, a Agência Internacional de Energia (AIE) e a Associação Latino-Americana de Sistemas Integrados de Transporte e BRT (SIBRT). Atualmente o BRTData.org é gerenciado e atualizado pela EMBARQ Brasil, produtora deste blog.