CityScope: simulando a cidade com lego

Lego pode ser mais que um brinquedo. No MIT – Instituto de Tecnologia de Massachusetts, pesquisadores estão usando lego para simular, entre outros indicadores, a caminhabilidade nas cidades.

O grupo de pesquisadores à frente do Changing Places criou o CityScope, um sistema de simulação que usa a realidade aumentada para estudar o potencial impacto de novas tecnologias em cidades novas ou já existentes. Dados GIS (Sistema de Informação Geográfica, em português) são projetados nos modelos de áreas urbanas construídos com lego, mostrando como mudanças na infraestrutura afetarão a vida real.

Veja abaixo alguns exemplos de análises feitas a partir de um modelo da Kendall Square, em Cambridge, Massachustts.

Simulação da trajetória do vento. 

Atividade dos usuários do Twitter.

Sistemas de mobilidade.

A ferramenta auxilia, por exemplo, no processo de planejamento do uso do solo, possibilitando a avaliação dos impactos em tempo real. Com a visualização clara, a experiência com o CityScope torna-se bastante intuitiva e não exige dos usuários um conhecimento especializado para a compreensão dos modelos de simulação.

A grande perspectiva do projeto é desenvolver tecnologia capaz de atuar em consonância com as necessidades das pessoas, criando novos modelos de design urbano, mais humanos e conectados. A partir da combinação entre tecnologia, sistemas automatizados informação em tempo real, abre-se o caminho para a mudança de comportamento das pessoas, quem sabe ajudando a convencê-las a adotar comportamentos mais sustentáveis.

 

(Fonte: Changing Places)