Está no ar o novo BRTdata.org!

O BRTData.org está de cara nova. Mais funcional, amigável e visual, mostra dados de vias dedicadas ao ônibus de todo o mundo. (Foto: Mariana Gil/EMBARQ Brasil)

Todos os dias, mais de 31 milhões de pessoas utilizam sistemas BRT e corredores de ônibus em 189 cidades do mundo para seus deslocamentos diários. Desse total, 19,3 milhões (62%) vivem na América Latina, região em que mais cidades investem em sistemas de prioridade ao ônibus.

Só no Brasil, são 119 corredores que atendem mais de 12 milhões de passageiros em 33 cidades. Talvez você seja um deles. Ou quem sabe sua cidade será a próxima a entrar para a lista? Você pode descobrir isso e muito mais na plataforma pioneira do BRTdata.org.

A cada mês, novos sistemas BRT são inaugurados ou expandidos, e, à medida que esse número cresce, o acesso a informações atuais e confiáveis torna-se imprescindível. O BRTdata, banco de dados global que reúne informações dos sistemas BRT e sistemas de prioridades ao ônibus, disponibiliza esses e outros dados desde que foi lançado, em 2012.

Agora, depois de mais de dois anos de funcionamento, o site passou por uma reformulação, e o TheCityFixBrasil mostra pra você as novidades.

BRT PANORAMA

A principal nova funcionalidade do site é o BRT Panorama. O novo menu é a seção interativa da nova versão do BRTdata e possibilita que o usuário personalize sua busca, fazendo diferentes combinações entre os indicadores para visualizar os dados que procura.

Com o BRT Panorama, além de escolher as informações que deseja visualizar nas colunas na parte inferior da página, você pode combinar os dados de diferentes indicadores e gerar gráficos comparativos automaticamente. O sistema inclui em torno de 116 indicadores diferentes sobre as operações do sistema, design e custo, incluindo métricas como velocidade comercial, demanda anual, economia de combustível e idade da frota, entre outras.

Tudo à escolha do freguês.

As atualizações mensais do site – novos sistemas e corredores inaugurados, novas cidades na lista – também estão disponíveis no novo menu, e tanto os relatórios com os números atualizados quanto os gráficos podem ser baixados pelo usuário em PDF.

Essas melhorias representam um avanço significativo para a ferramenta, que passa a fornecer os dados de uma forma muito mais dinâmica, facilitando o acesso e a comparação. “Todas essas informações são continuamente atualizadas, e o BRTdata as disponibiliza para qualquer pessoa. Os sistemas de prioridade ao ônibus têm crescido muito nos últimos anos e cada vez mais são adotados pelas cidades como solução para a mobilidade. Permitir que informações do que já existe no mundo estejam concentradas e disponíveis em uma única plataforma é um incentivo ao transporte sustentável e um caminho para a adoção de medidas similares em futuros projetos”, analisa Luis Antonio Lindau, diretor-presidente da EMBARQ Brasil.

(Infográfico: Luísa Schardong/EMBARQ Brasil)

INTERFACE AMIGÁVEL

Os dados e os 116 indicadores continuam os mesmos, mas a nova versão do BRTdata.org vem com um esquema de visualização mais arrojado de informações. A nova disposição dos elementos na página facilita a busca pelas informações, e o novo layout, mais amigável e intuitivo, é um convite para quem trabalha com dados ou simplesmente quer conhecer mais sobre os sistemas de priorização ao ônibus no mundo.

A divisão dos indicadores em categorias está mais organizada e os mapas ganharam destaque, com mais espaço e interface convidativa. A visualização dos dados é rápida e dinâmica, por meio de círculos maiores e menores que se adaptam conforme os números são atualizados. Pesquisando por cidade e dando um zoom no mapa, você também pode ver o traçado dos corredores. Além disso, as páginas das cidades agora têm fotos (veja abaixo o exemplo de Curitiba), permitindo que o usuário conheça também a identidade de cada sistema.

São mudanças simples, mas que tornam a plataforma ainda mais amigável e fácil de entender. 

(Infográfico: Luísa Schardong/EMBARQ Brasil)

POR QUE PRECISAMOS DE DADOS?

O BRTdata.org é atualizado mensalmente, garantindo que as informações sejam as mais recentes possíveis; e a cada nova atualização cresce o número de cidades que investem nos sistemas de prioridade ao ônibus: desde o lançamento do site, em 2012, o aumento foi de 41%, passando de 134 para 189 cidades em todo o mundo.

Informações como essa comprovam os benefícios de uma alternativa global para a mobilidade urbana – e poder acessá-las em um banco de dados aberto é um ganho para a sociedade. Dá trabalho, mas vale a pena: “O desafio de manter uma plataforma com informação de corredores de ônibus e BRT atualizada é grande. Hoje já temos informação de quase duzentas cidades e monitoramos mais de 300 corredores de ônibus e BRT, planejados ou em construção. O esforço da equipe de trabalho para atualizar as informações é recompensando pelo uso crescente do site. Já alcançamos mais de vinte mil acessos desde o lançamento e temos o reconhecimento de ter uma plataforma completa e atualizada sobre o tema”, observa Cristina Albuquerque, engenheira de Transportes da EMBARQ Brasil e principal responsável pela plataforma.

A plataforma está auxiliando pesquisadores acadêmicos e profissionais do setor público e privado na tomada de decisão sobre projetos de mobilidade urbana. “É impressionante como o BRTdata se tornou o mais relevante banco de dados sobre BRT e corredores em todo o mundo. É bastante comum ler em documentos e pesquisas que é no nosso site que os autores procuram as informações mais atualizadas. Pedimos a todos os envolvidos neste setor que visitem o BRTdata, tanto para obter informações quanto para contribuir com atualizações e correções e complementando o que nós já conseguimos reunir”, reforça Juan Carlos Muñoz, diretor da ALC-BRT (Across Latitudes and Cultures – Bus Rapid Transit).

Desde que foi lançado, o site já recebeu mais de vinte mil acessos. O Brasil lidera o ranking, seguido por Estados Unidos, China, Índia e Alemanha. Quem são essas pessoas? De diversos setores e de diferentes países, são pesquisadores, representantes de governos e ONGs, estudantes em busca de informações para estudos e teses, pessoas interessadas em um panorama das cidades em que o sistema já opera para ter uma melhor visão de mercado. Mas nada impede que sejamos você ou eu. Aqui no TheCityFixBrasil, recorremos ao BRTdata sempre que precisamos de dados para nossas matérias. Além do mais, quando falamos de mobilidade urbana, e especialmente em épocas de eleição, conhecer os indicadores e números com que lidamos é fundamental para saber o que reivindicar.