O recomeço com o BRT #GrowBus2014

Projetos tendem a trazer mais segurança às pessoas

Brenda Medeiros durante conferência nesta quinta-feira, no Rio. (Foto: Mariana Gil / EMBARQ Brasil)

E se tivéssemos uma segunda chance para tornar nossas cidades melhores? Muitos municípios estão tendo essa oportunidade por meio da implementação de sistemas BRT. “É uma grande oportunidade para a cidade qualificar seu sistema de transporte público e tornar o ambiente viário mais seguro para as pessoas”, explica Brenda Medeiros, gerente de Projetos de Transporte da EMBARQ Brasil, durante a 8ª Conferência Internacional UITP – Grow with Bus Public Transport, nesta quinta-feira (6), no Rio de Janeiro.

As mudanças ocorrem a partir da projeção estrutural que o BRT naturalmente exige, com a instalação de terminais integrados a outros modais de transporte, estações elevadas, faixas dedicadas aos ônibus, entre outros. “O sistema precisa ser projetado para guiar as pessoas pelo caminho mais seguro”, destaca Brenda. A condução de auditorias de segurança viária auxilia nesse objetivo. Caso as recomendações colocadas pela análise sejam implementadas, pode-se reduzir em até 40% o número de acidentes no trecho auditado. Além disso, a qualificação do serviço por ônibus evita que as pessoas migrem para modais que oferecem mais risco à vida, como as motocicletas, por exemplo.

Outro ponto destacado pela especialista foi a mensuração dos acidentes na área em que o sistema será implementado. Medir os impactos antes e depois da execução do BRT permite que a cidade encontre o caminho para salvar mais vidas no trânsito. “Vale ressaltar que é importante medir não apenas o que acontece com ônibus, mas também com os outros agentes da via, pois quando você implementa um sistema do gênero você modifica a lógica de todo trânsito. Todos estão envolvidos”, lembra.

Brenda comentou também sobre a importância de trabalhar junto aos operadores para qualificar o serviço de quem opera o sistema no dia-a-dia: os motoristas. Os pontos a serem explorados envolvem desde conduta com os passageiros e colegas, até a conscientização da relevância do seu trabalho. “Não é apenas uma questão de dar recompensas em dinheiro, mas sim fazê-lo entender que sua profissão tem muito valor. Para que seu filho, sua esposa e seus pais se orgulhem dele”, enfatizou.

UITP International Conference – Grow With Bus Public Transport

Eunice Teixeira, Brenda Medeiros e Jan Politiek. (Foto: Mariana Gil / EMBARQ Brasil)

Brenda Medeiros participou de painel dedicado aos temas de mega-eventos e segurança viária, ao lado de Jan Politiek, membro da Comissão de Segurança da UITP na Holanda; Eunice Teixeira, gerente de Mobilidade Urbana da Fetranspor; e Dato’Sri Mokhtar, diretor da Prasarana Malaysia Berhad.

“Vocês são as pessoas mais poderosas para possibilitar mudanças no setor de transportes no mundo. Por isso, colocar a segurança viária como uma das prioridades nesse evento é louvável”, comemorou Brenda.
A 8ª Conferência Internacional UITP – Grow with Bus Public Transport reúne centenas de especialistas de diversas partes do globo ligados ao setor de transporte até o fim da semana no Rio de Janeiro. Saiba mais sobre a Conferência:http://www.rio2014.uitp.org/

Acompanhe o congresso no Twitter: #GrowBus2014