Avenida Paulista vai ganhar nova ciclovia

(Foto: Leonardo Soares/Reprodução)

Como parte dos 400 quilômetros de ciclovias que a prefeitura de São Paulo quer implantar até o final de 2015, a avenida mais famosa da cidade, um dos principais palcos nos protestos em julho de 2013, vai ganhar uma via para as bikes. As obras começariam neste mês, mas a administração municipal achou por bem adiar para janeiro, a fim de não conflitar com o grande movimento do Natal e prorrogar as discussões com entidades da região que já mostraram resistência à futura estrutura.

A ciclovia da Paulista deverá ser instalada no canteiro central, que deve ser alargado em 25 centímetros de cada lado. Nenhuma faixa de rolamento dos veículos motorizados será comprometida. Em alguns trechos, está prevista a instalação de grades para proteger os ciclistas. A via passa pela Praça do Ciclista, atravessa a Consolação e desce para o Pacaembu por dentro do bairro. Do outro lado da Paulista, segue pela Bernardino de Campo e depois pela Vergueiro.

A avenida já foi palco de acidentes que sensibilizaram a opinião pública, como a do operador de rapel David Santos Sousa, ciclista que perdeu o braço direito ao ser atropelado no dia 10 de março de 2013. Em 2012, a ciclista Juliana Ingrid Dias, 33, morreu atropelada por um ônibus na Paulista.

Para 2014, a prefeitura de São Paulo quer instalar ao menos 200 dos 400 quilômetros prometidos.