Top 3: os posts mais lidos da semana

3. Bike sharing nos Estados Unidos: sete anos, milhões de viagens e nenhuma morte

Em sete anos, nenhuma morte foi registrada nos sistemas de aluguel de bicicletas dos Estados Unidos (Foto: Ted Eytan/Flickr)

Quanto mais ciclistas nas ruas, mais seguras elas se tornam. Medidas que estimulam e viabilizam o uso da bicicleta como meio de transporte contribuem para a diminuição do número de acidentes e criam um ambiente viário mais seguro para todos, pedestres, ciclistas e motoristas.

Leia mais →

 

2. Um passo na direção certa

Por cerca de três gerações, crescemos imersos na cultura do carro e perdemos a noção de que é possível viver sem eles (Foto: Jerolek/Flickr)

Desde o início da era do automóvel, os carros foram vendidos para nós como ingressos para a liberdade. Em nossos carros, podemos escolher o caminho e chegar rapidamente ao nosso destino, sem entraves pela inconveniência ou falta de velocidade da caminhada ou do transporte público. Não há por que negar a verdade do cenário – se as coisas são equivalentes, entrar em um carro oferece uma extraordinária mobilidade.  Com um carro, não ficamos limitados aos deslocamentos possíveis a pé, de bicicleta ou de ônibus. Mais do que isso, podemos escolher os trajetos e organizá-los de acordo com nossos horários e necessidades.

Leia mais →

 

1. Direção inteligente para cidades mais eficientes

Estratégias de demanda de viagens contribui para tornar o transporte coletivo mais viável e fácil, amenizando os congestionamentos e melhorando a qualidade de vida nas cidades. (Foto: Mariana Gil/EMBARQ Brasil)

Quanto mais carros na rua, mais desafios uma cidade enfrenta. Países em desenvolvimento como o México têm aumentado a posse do carro em 23% ao ano desde 1995. Com o aumento no número de viagens destes motoristas, há mais mortes nas estradas, congestionamentos, demora na viagem e poluição do ar. Apesar de todos estes riscos, a maioria das cidades são decididamente “carrocêntricas” e contam com veículos particulares para quase todos os deslocamentos urbanos, sejam eles a opção mais eficiente ou não.

Leia mais →