Livros no ônibus!

Antônio da Conceição Ferreira, cobrador, fez do ônibus em que trabalha uma biblioteca itinerante (Foto: Projeto Cultura no Ônibus/Reprodução)

Antônio da Conceição Ferreira, 42 anos, cobrador de ônibus no Distrito Federal, tem mudado a rotina de muitos passageiros há pelo menos onze anos.

Leitor assíduo desde pequeno, ele resolveu levar o gosto pelos livros também para o ônibus, e assim nasceu o projeto Cultura no Ônibus. Antônio montou uma pequena biblioteca no interior do veículo em que trabalha e empresta livros para os passageiros, seja para levar para casa, seja para ler durante o trajeto.

Ele colocou o projeto em prática assim que começou a trabalhar, na linha circular de Sobradinho II e Plano Piloto, com os livros alocados em uma caixa de papelão. Inicialmente, costumava anotar os dados dos passageiros que pegavam os livros, mas hoje, segundo conta ao portal R7, já não se importa com a devolução: “Hoje é livre, os leitores podem ficar totalmente à vontade para pegar os livros. A ideia é que os livros passem de mão em mão. Mas o passageiro de todos os dias sempre devolve”.

Antônio e os Livros (Foto: Projeto Cultura no Ônibus/Reprodução)

O acervo é formado por doações dos passageiros e de internautas que colaboram ao acessar o blog do projeto. Em casa, Antônio já reúne cerca de oito mil títulos, e o desejo é de que o projeto cresça e chegue a todas as linhas do DF.

Leitor de escritores como Jorge Amado, Clarice Lispector, Carlos Drummond Andrade, Luiz Fernando Veríssimo, Rubem Fonseca e Dalton Trevisan, Antônio divide com os passageiros o prazer da literatura.

Fonte: R7