As metas da ONU para o pós 2015: a hora é do desenvolvimento sustentável

Curitiba, a capital verde do Brasil (Foto: Carlos Ruggi/SMCS)

2015 está aí, e se aproxima o prazo final dos Objetivos do Milênio, estabelecidos pela ONU em 2000. Agora, a organização prepara as Metas do Desenvolvimento Sustentável, que devem vigorar pelos próximos quinze anos, a partir de 2015.

Ao mesmo tempo em que se faz o balanço dos objetivos alcançados na última década e meia, começam os esforços para definir os pontos-chave do novo plano. De acordo com informações do jornal Estado de S. Paulo, o encontro mais recente do grupo responsável pela agenda pós 2015 da ONU aconteceu semana passada em Nova York e foi oportunidade para nortear as novas metas.

O novo compromisso deve ser mais amplo, com o número de objetivos mais do que duplicado em relação à última lista: 17 em vez de oito. E o foco, agora, está no desenvolvimento urbano sustentável.

Alguns tópicos permanecem: a redução da mortalidade infantil e materna, por exemplo, continua na agenda. Mas outros pontos importantes ganham espaço: reduzir as doenças provocadas pela poluição do ar, do solo e da água e diminuir em 50% o número de mortes em acidentes de trânsito.

A sustentabilidade é um dos três pilares da nova agenda, ao lado do respeito aos direitos humanos e a igualdade. O desafio para os próximos anos é equilibrar crescimento e sustentabilidade, crescer sem ultrapassar os limites dos recursos naturais do planeta.

Fontes: Estado de S. Paulo, Hera