Top 3: os posts mais lidos da semana

3. Sticky streets – ruas “pegajosas”, é isso mesmo?

(Foto: La Citta Vita/Flickr)

Como em inglês, o termo em português talvez não dê a ideia exata do que na verdade representa. Uma sticky street (em português, rua grudenta, pegajosa) não se refere a nenhum dos significados literais que o vocábulo pode assumir. Cunhada pelo diretor de planejamento urbano de Vancouver, consultor e urbanista Brent Toderian, a expressão diz respeito a uma rua onde as pessoas gostam de estar – uma rua que chame e atraia pessoas.

Leia mais →

 

2. Perdemos um mês por ano no trânsito

Cidadão paulistano perde um mês ao ano preso no tráfego (Foto: Fernando Stankuns/Flickr)

E se você ganhasse duas folgas todo mês, o que faria? Tempo é liberdade. Para curtir a família, viajar, ir ao parque, à praia, ao cinema, fazer um curso bacana. A boa notícia é o tempo existe, mas está preso no trânsito. A pesquisa Mobilidade Urbana da Rede Nossa São Paulo de 2013 descobriu que os paulistanos perdem cerca de um mês ao ano no congestionamento, com um tempo médio de viagem de 2,4 horas por dia.

Leia mais →

 

1. Aplicativo mapeia movimento humano nas cidades

Viagens motorizadas no Rio.

A matéria-prima do aplicativo Human é o movimento humano nas cidades. Embora sua proposta seja incentivar 30 minutos de atividade física por dia aos usuários, detectando automaticamente quando um usuário caminha, pedala, corre ou utiliza transporte motorizado, ele faz muito mais do que isso. Os dados gerados pelos milhares de deslocamentos são transformados em mapas fascinantes que mostram a tendência de mobilidade urbana nas cidades.

Leia mais →