Lançado novo manual para incentivar o uso da bicicleta em comunidades do Rio

Manual expõe boas práticas. (Foto: Mariana Gil / EMBARQ Brasil)

A bicicleta já faz parte do dia-a-dia de muitas pessoas nas cidades brasileiras e passa, hoje, por um dos momentos mais propícios para o seu fortalecimento na América Latina. Mas para que isso ocorra, são necessárias ações políticas e base técnica forte. Com o propósito de auxiliar nesse caminho, a EMBARQ Brasil lançou ontem, no Rio de Janeiro, o Manual de Projetos e Programas para Incentivar o Uso de Bicicletas em Comunidades. A publicação traz diretrizes técnicas para promover o modal como meio de transporte sustentável, seguro e saudável.

“A bicicleta está mudando paradigmas e hábitos da população na América Latina. Gostaria de parabenizar a EMBARQ Brasil pela ideia muito original e as secretarias envolvidas em pensar sobre as bicicletas nas comunidades populares. É interessante ver que há pessoas que poderiam ter motocicleta ou outro meio, mas preferem utilizar a bicicleta por sua dinâmica. Isso é maravilhoso”, destacou Ricardo Montezuma, urbanista colombiano e palestrante convidado do lançamento oficial.

A coordenadora de Projetos de Transporte da EMBARQ Brasil e líder do projeto, Paula Santos da Rocha, realizou a apresentação formal do Manual de Projetos e Programas para Incentivar o Uso de Bicicletas em Comunidades. “É uma honra estar aqui hoje apresentando o fruto de um grande e muito prazeroso trabalho. Agradeço a presença de todos que participaram desse projeto e acreditam que as pessoas podem ter uma qualidade de vida ainda maior por meio da mobilidade sustentável”, declarou Paula.

Paula Santos da Rocha apresentou nova publicação. (Foto: Mariana Gil / EMBARQ Brasil)

A ideia inicial da publicação surgiu ainda em 2011, em reunião em conjunto entre as secretarias e especialistas internacionais em urbanismo da Alta Planning. Desde lá, foram feitas visitas a campo em comunidades de diferentes topografias, planas e íngremes. Nestes locais, foram constatados as reais necessidades dos ciclistas e potenciais usuários do modal. A publicação traz diretrizes técnicas a partir dos seguintes eixos:

  • Infraestrutura
  • Educação
  • Incentivo
  • Fiscalização
  • Promoção da equidade

A especialista lembrou que a publicação tem foco na cidade do Rio de Janeiro mas pode servir de referência a outros projetos Brasil afora. “Por trazer experiências internacionais e referências de base do Rio, o manual pode ser utilizado por qualquer cidade brasileira, basta algumas adaptações ao plano diretor de cada município”, explicou. “O objetivo desse manual é que as pessoas pedalem mais. Trazendo as pessoas para as bicicletas, podemos evitar que migrem para outros modais menos seguros, como a motocicleta, por exemplo”, finalizou Paula.

Ricardo Montezuma e Rejane Fernandes, da EMBARQ Brasil, durante o lançamento. (Foto: Mariana Gil / EMBARQ Brasil)

Participantes durante o lançamento. (Foto: Mariana Gil / EMBARQ Brasil)

Faça o download: