Londres pretende incluir ciclovias aéreas no planejamento urbano até 2015

Projeto SkyCycle proposto pela prefeitura vai contar com 200 pontos de acesso e 220km de extensão para beneficiar 6 milhões de ciclistas que circulam na capital. (Foto: Divulgação)

Em metrópoles onde o fluxo de veículos e pessoas é intenso, a solução é encontrar alternativas de mobilidade urbana sustentável para facilitar a locomoção de todas as pessoas. Pensando em melhorias no transporte público, o prefeito de Londres Boris Johnson anunciou que até 2015 vai implantar 220 quilômetros de ciclovias e 200 pontos de acesso a elas pela capital.

O SkyCycle, iniciativa elaborada pelo escritório Exterior Architecture, pretende facilitar principalmente a circulação de ciclistas. O complexo vai conectar o distrito de Stratford à estação de metrô Liverpool Street e deve comportar em torno de 12 mil ciclistas por hora, além de beneficiar cerca de seis milhões de pessoas.

Ciente de que o transporte em Londres já opera com capacidade máxima, a prefeitura procurou uma alternativa junto ao escritório, que apontou a ciclovia aérea como opção mais rentável do que a construção de rodovias e estradas para viabilizar o fluxo de ciclistas e condutores de veículos. Além disso, a ideia da instalação da SkyCycle surgiu como uma alternativa de prevenção de acidentes entre pedestres, motociclistas e ciclistas, uma vez que o projeto constitui uma via exclusiva e adequada para o tráfego de bicicletas.

A ciclovia pode ser usada como o High Line, parque elevado de Nova York, que disponibiliza espaços de lazer e prática de atividades físicas. Para usufruir da ciclovia em Londres, os britânicos vão precisar pagar uma taxa de equivalente a R$ 3,80. A SkyCycle funcionará principalmente como uma linha de locomoção rápida, isto é, algo semelhante ao Expresso Tiradentes, na cidade de São Paulo.

O intuito da ciclovia suspensa é propor que a população possa pedalar com segurança, livre do tráfego de carros e motos e, consequentemente, diminuir a emissão de gases de efeito estufa.