Top 3: os posts mais lidos da semana

3. Como o design urbano pode salvar vidas

O redesenho das ruas tem papel fundamental na redução do número de mortes e acidentes (Foto: Fast Company/Reprodução)

Em fevereiro deste ano, o prefeito de Nova York, Bill de Blasio, anunciou o plano Visão Zero. Baseado no homônimo programa sueco, o projeto inclui 63 iniciativas – entre as quais a redução do limite de velocidade nas áreas urbanas e o redesenho das vias – voltadas para um grande objetivo: reduzir a zero as mortes no trânsito da cidade em dez anos.

Leia mais →

2. Três em cada quatro jovens americanos querem viver sem carro

Dados mostram que os jovens americanos e europeus estão optando por modais de transporte não motorizados e coletivos para ter mais qualidade de vida. (Foto: Aurimas Adomavicius)

A urbanização e o poder aquisitivo crescentes da população são incentivos às viagens urbanas motorizadas. No Brasil, comprar um carro é sonho, e as vendas batem recordes a cada mês. Enquanto isso, números de países europeus e dos Estados Unidos apontam para outra tendência em mobilidade urbana: a escolha por meios de deslocamento não motorizados, especialmente entre as gerações mais jovens.

Leia mais →

1. Urbanismo tático: um novo sentido, um novo lugar

Urbanismo tático: intervenções rápidas que mostram o potencial da mudança (Foto: Paul Krueger/Flickr)

A combinação de planejamento de longo prazo com estratégias de transformação rápidas e baratas pode ser, além de uma fórmula eficaz para pôr em prática boas ideias, uma ferramenta para articular e estimular o exercício da cidadania sobre temas de impacto positivo para a qualidade de vida.

É sob essa perspectiva que trabalha o urbanismo tático, nome dado ao movimento que utiliza projetos rápidos, pequenos e/ou temporários para demonstrar a possibilidade e o potencial de mudanças em larga escala e a longo prazo.

Leia mais →