Reforma pela sustentabilidade na Torre Eiffel


Um dos monumentos mais famosos do mundo está sendo reformado para se tornar mais sustentável.

Com conclusão prevista para o final do ano, o projeto que está restaurando o primeiro andar da Torre Eiffel, elaborado pelo estúdio de arquitetura Moatti-Rivière, é composto por um conjunto de obras que inclui a instalação de painéis solares, turbinas eólicas e sistemas de filtro e reaproveitamento da água da chuva.

Os painéis e turbinas eólicas na estrutura vão produzir eletricidade limpa para iluminar a torre, utilizando apenas lâmpadas de LED, e quatro moinhos de vento serão instalados para gerar energia e alimentar o sistema de filtragem da água das chuvas.

De acordo com o Moatti-Rivière, a verba total do projeto, que teve início em 2012, foi de 25 milhões de euros – ou aproximadamente 78 milhões de reais.

Além dos elementos de sustentabilidade, também estão previstas melhorias na acessibilidade, a fim de facilitar a visita de pessoas com necessidades especiais ou mobilidade reduzida; a instalação de um piso transparente, permitindo que as pessoas visualizem a altura em relação ao chão; além da construção de um museu ao ar livre, um anfiteatro e salas de reuniões.

Com o fim da reforma, o primeiro andar da torre mais famosa do mundo também vai ganhar varandas e Paris, um ângulo novo e mais sustentável para ser admirada.

(Foto: Moatti-Rivière/Reprodução)

(Foto: Moatti-Rivière/Reprodução)

(Foto: Moatti-Rivière/Reprodução)

(Foto: Moatti-Rivière/Reprodução)

Mais fotos aqui.

Fontes: Ciclo Vivo, Inhabitat