Várias luzes para que os ciclistas sejam vistos

(Foto: XGL/Reprodução)

A visibilidade é fundamental para a segurança dos ciclistas, especialmente durante a noite. Pensando em uma forma de garantir que os ciclistas sejam vistos pelos mototistas, Wouter Walmink, Chatam Alan e Mueller Floyd, da RMIT University, criaram um capacete luminoso. 

Em termos de formato, o capacete é semelhante aos tradicionais. A diferença fica por conta da luz emitida: o modelo criado pelos estudantes australianos utiliza 104 lâmpadas LED, que cobrem toda a superfície do capacete, que recebeu o nome de LumaHelm. No site, eles explicam: “Estamos estudando como esse modelo pode garantir mais segurança a ciclistas e skatistas e qualquer outra atividade que exija o uso de capacete. Por meio desse processo de pesquisa e planejamento, nós queremos descobrir que tipo de tecnologia poderá estar mais intimamente ligada ao dia a dia das pessoas no futuro”.

As luzes podem ser controladas por um “acelerômetro”, um sensor de movimento que avisa aos motoristas e pedestres a direção que o ciclista vai tomar. Além disso, o LumaHelm possui um mecanismo capaz de controlar a frequência cardíaca do ciclista e de modificar a frequência com que as luzes brilham.

 

Fonte: Inhabitat