Uma ciclovia que ilumina

Uma ciclovia que ilumina um parque utilizando energia solar.

Isso mesmo. A Starpath é a ciclovia de luz natural do parque Christ’s Pieces, em Cambridge, Inglaterra.

A Starpath diminui os gastos com energia, garantindo iluminação e segurança ao mesmo tempo (Foto: Pro-Teq Surfacing/Divulgação)

Olhando a foto, a luz azul da ciclovia parece vir de um amontoado de pequenos cristais, mas é, na verdade, o resultado de um produto que, aplicado na superfície da via, absorve os raios UV durante o dia e emite luz durante a noite. É a primeira ciclovia do mundo que, além dos ciclistas, também beneficia diretamente os pedestres e o meio ambiente.

Em um comportamento estranho, de alguma forma o material utilizado ajusta o brilho em diferentes níveis, mais ou menos como acontece com as telas de smartphones, e a ciclovia fica ainda mais visível em noites escuras, quase como se tivesse mente própria, comenta Hamish Scott, da Pro-Teq Surfacing, um dos criadores da ideia.

A ciclovia cobre 150 m², deixando o trajeto mais seguro para pedestres e ciclistas, além de diminuir o impacto da iluminação pública nos ciclos de vida de plantas e animais noturnos, uma vez que a luminosidade gerada pela ciclovia é menos intensa. Outro benefício está na facilidade de implantação, já que o produto utilizado, aderente ao concreto e à madeira, pode ser aplicado em ciclovias já existentes.

No vídeo, você pode ver como é o processo de construção de uma Starpath.

O novo conceito de ciclovias ainda está em fase de testes, mas aponta uma solução urbana que combina, ao mesmo tempo, transporte sustentável, segurança e cuidado com o meio ambiente.

Fotos: Pro-Teq Surfacing/Divulgação

Fontes: Arch Daily, The Atlantic Cities