POA: programadores desenvolvem site para simular o valor da passagem

Site permite simular o valor da passagem em Porto Alegre combinando diferentes variáveis (clique na imagem para acessar)

Em agosto, depois da onda de protestos reivindicando a redução do preço das passagens de ônibus e a melhoria do transporte coletivo em diversas cidades brasileiras, aconteceu em Porto Alegre o Hackday Transporte Público.

O objetivo do evento, organizado pela Casa de Cultura Digital (5º andar da Casa de Cultura Mario Quintana) em parceria com a Matehackers, era utilizar os dados referentes ao sistema de transporte público da capital gaúcha para determinar os fatores que fazem parte do cálculo da tarifa de ônibus e, a partir daí, simular o preço a partir de diferentes combinações dessas variáveis.

O resultado é um site que permite simular o valor da passagem de acordo com dez critérios: conceder passe livre para estudantes; retirar a passagem integrada; tirar lucro das empresas; sistema automatizado sem cobradores; ar condicionado em todos os carros; aumentar o IPTU em 50%; retirar o dia do passe livre; retirar isenções dos idosos; isentar impostos e retirar o desconto de estudante.

Os valores variam de acordo com a combinação desejada. A implantação de um sistema automatizado, por exemplo, reduziria o valor da passagem, que hoje custa R$ 2,80, a R$ 2,35.

O grupo desenvolveu a ferramenta utilizando dados da Procempa e tomando como base um sistema de simulação criado pelo blog Discutindo Porto Alegre. É importante ressaltar que os valores obtidos pelo site fazem uma simulação aproximada e, uma vez que os dados expostos não são tão diretos quanto parecem, o site traz ainda uma explicação detalhada de cada um dos critérios adotados.

O mapeamento da rede de transportes e o entendimento de como ela funciona permitiu uma visualização transparente dos dados. E essa parece ser uma tendência. A disponibilização das informações à população de forma transparente estimula a participação cidadã e ajuda a formar cidades mais abertas a seus moradores.