É proibido ter carro!

Se você acha difícil imaginar uma cidade sem carros hoje em dia, está na hora de conhecer Mackinac Island, no estado de Michigan, nos Estados Unidos, e a brasileira e paraense Afuá.

Mackinac Island

Logo que os primeiros carros apareceram na região, os moradores decidiram eliminar o barulho e a fumaça emitidos pelos veículos. Assim, em 6 de janeiro de 1898, foi assinada a lei que  proibia “o trânsito de carruagens sem cavalos” nos limites de Mackinac. Já são 115 anos sem carros.

Mackinac Island

Atualizações da lei foram feitas desde então, e as bicicletas se tornaram o principal meio de transporte da população. A cidade tem apenas 500 habitantes, mas em alta temporada chega a contar até 15 mil pessoas – visitantes em busca de simplicidade e calmaria. E como principal atração turística essas pessoas encontram a rodovia da cidade, de 14 km, onde circulam bicicletas e carruagens. Sem estacionamentos ou postos de gasolina, durante o trajeto é possível curtir a vista do litoral.

Por segurança, ou para atender a emergências, por exemplo, há alguns carros na cidade, mas todos da prefeitura, e é raro vê-los circulando.

Afuá

A Mackinac brasileira é a cidade de Afuá, no Pará, que proibiu o trânsito de carros e motos. A proibição se deve ao fato de a cidade ter sido erguida sobre plataformas de madeira, a fim de evitar a inundação pelas cheias dos três rios que a cercam.

Apelidada de Veneza marajoara (a cidade está localizada no noroeste da Ilha de Marajó), Afuá também tem na bicicleta o principal meio de transporte. À exceção dos bebês, cada um dos 35 mil habitantes tem sua bike.

E variações também são permitidas. Veja o modelo abaixo, por exemplo, um bicitáxi feito a partir de duas bicicletas e que tem aparelho de som e DVD e tela de vídeo.

(Foto: Laura Brentano)

Fotos: Wikimedia Commons

Fontes: Planeta Sustentável, G1