Copenhagen, a capital verde europeia de 2014

Copenhagen: exemplo de mobilidade

O Prêmio Capital Verde Europeia apontou Copenhagen como exemplo em termos de planejamento urbano. A capital dinamarquesa, que implementou diversas soluções para o transporte urbano ao longo das décadas, é modelo na área da mobilidade e tem o ambicioso objetivo de se tornar a melhor cidade do mundo para os ciclistas

Em segundo lugar no ranking da Copenhagenize das melhores 20 cidades para pedalar, Copenhagen tem a cultura da bicicleta desenvolvida entre os moradores, além de infraestrutura e facilidades para os ciclistas. O investimento em ciclovias não só reduz as emissões de CO2 como também melhora a saúde dos cidadãos e a qualidade de vida. O resultado: a bicicleta é o principal meio de transporte para 50% da população da cidade.

Além do investimento em mobilidade, Copenhagen empenhou-se em fazer mudanças também no que diz respeito ao clima e à poluição. Em 2009, a câmara municipal aprovou o Plano de Mudanças Climáticas de Copenhagen, que tem entre os principais objetivos a redução das emissões de gases de efeito estufa em 20% (em relação 2005) até 2015. O Plano prevê ainda que a cidade seja neutra em carbono até 2025. Para atingir as metas, a capita dinamarquesa firmou parcerias com empresas, universidades e organizações em fóruns, a fim de desenvolver e pôr em prática o chamado “crescimento verde”: desenvolver a cidade de forma sustentável.

Sem esquecer dos espaços públicos, Copenhagen desenvolveu o conceito de pocket parks, ou parques de bolso. São espaços relativamente pequenos, com menos de cinco mil metros quadrados, dispostos em áreas não utilizadas, além de praças locais. Até 2011, a cidade já havia criado dois desses parques, e a meta é instalar novos 14 até 2015.

Os números de Copenhagen

Gráfico modal das viagens feitas na cidade:

(Gráfico: Cidades para Pessoas)

O gráfico acima considera as viagens da região metropolitana e centro expandido. Analisando os modais apenas entre os residentes de Copenhagen, a divisão muda:

(Gráfico: Cidades para Pessoas)

• Ciclovias

  • 346 km pistas com separação física
  • 23 km sinalizados só para ciclistas
  • 42 km de ciclovias verdes

• 98% dos habitantes moram a menos de 350 m de algum ponto de acesso ao transporte público

• Para as linhas de alta-frequência (metrô, trem e ônibus), 78% mora a menos de 350 m e 94%, a menos de 600 m

• As áreas verdes representam cerca de 25% da área total da cidade; em média, cada cidadão de Copenhagen tem 42 m² de área verde à sua disposição

Fonte: Cidades Sustentáveis