Sustentabilidade a partir dos bairros

(Foto: The EcoDistricts Framework/Reprodução)

Em Portland, um novo modelo de parceria público-privada trabalha com a implantação de melhores práticas urbanas a partir dos bairros. São os EcoDistricts, iniciativa do Instituto de Sustentabilidade de Portland (POSI), que têm o objetivo de criar comunidades mais resilientes, inclusivas, habitáveis, seguras e eficientes em termos de recursos e utilização do espaço urbano.

Um EcoDistrict é um bairro em que os moradores se comprometem a atingir metas de desempenho com um fim específico – no caso, construir uma cidade mais sustentável. O conceito foi utilizado pela primeira vez em 2010, quando o POSI lançou um projeto piloto para promover e acelerar a sustentabilidade na cidade a partir de cinco distritos, integrando projetos de edificações e infraestrutura com ações da comunidade e acompanhando os resultados ao longo do tempo. Em Portland, o piloto do projeto foi aplicado nos distritos de Lents, Gateway, South Waterfront, Lloyd District e South of Market, fazendo da cidade a pioneira do movimento.

Os EcoDistricts são planejados a partir de alguns princípios fundamentais: bairros são as bases de cidades sustentáveis; todos merecem viver em um bairro sustentável, seguro, integrado e acessível; oportunidades econômicas, qualidade de vida e saúde ecológica são fundamentais para bairros e cidades sustentáveis; bairros sustentáveis exigem um novo modelo de ação – enraizado em colaboração e inclusão – para cocriar projetos inovadores na escala dos distritos.

Colaboração e participação da comunidade (Foto: The EcoDistricts Framework/Reprodução)

Objetivos

  • Inspirar a cidade para as construções a partir dos bairros;
  • Reunir moradores, empresários e poder público para criar bairros vibrantes e cidades inteligentes;
  • Reduzir as emissões de gases de efeito estufa e a poluição do ar;
  • Oferecer espaços urbanos seguros e habitáveis;
  • Criar comunidades e ecossistemas saudáveis e sustentáveis.

Os resultados dos EcoDistricts pelo mundo

• Em 2012, a incubadora do EcoDistricts trabalhou com dez projetos em dez cidades: Austin, Bellingham, Boston, Charlotte, Cleveland, Guadalajara, Mountain View, Philadelphia, San Francisco e University of British Columbia;

• No Lloyd District, em Portland, o uso de veículos com ocupante único caiu 20% a partir do investimento em infraestrutura para transporte público, bicicletas e pedestres. Também 2012, um acordo estabeleceu o corte do consumo global de energia em 60%, estratégias que estão ajudando o ecodistrito de Lloyd a se destacar, reduzindo as emissões de gases de efeito estufa, o gasto de energia e os custos relacionados ao transporte;

• A cidade de San Francisco desenvolveu uma legislação especifica para os EcoDistricts e está lançando o primeiro piloto na região de South of Market;

• Em Washington, o SW EcoDistrict tem o objetivo de atingir a autossuficiência energética e fazer o manejo das águas pluviais no local, a fim de se tornar um dos bairros mais verdes do país;

• Na Conferência dos EcoDistricts em 2012 participaram representantes de 14 países e 77 cidades.

Com sustentabilidade e participação de gestores e cidadãos é possível criar cidades mais inteligentes e sustentáveis. Saiba um pouco mais sobre os EcoDistricts aqui.

Fonte: Cidades Sustentáveis