Passe livre para os estudantes?

Ônibus em Goiânia (Foto: Wiki Commons)

Quem vai e volta da aula geralmente carrega muito material escolar como livros, mochila, caderno, caneta. Na hora pegar o ônibus, a situação complica: uma mão segura tudo enquanto a outra paga a passagem. Em Goiás, isso não vai ser mais problema: o estado anunciou passe livre aos estudantes!

Mas não é só o peso do material escolar que atrapalha na hora de pegar o ônibus, afinal, foi o impacto do valor da passagem do modal que desencadeou a onda de manifestações por todo o país.

Assim, em resposta às reivindicações, o estado de Goiás é o primeiro no Brasil a adotar a gratuidade para quem frequenta instituições regulares de ensino médio, fundamental, técnico ou superior, em 20 municípios da Região Metropolitana de Goiânia (RMG). A novidade passa a valer a partir da volta às aulas em agosto.

Contudo, há algumas condições para a obtenção do direito: ter renda mensal de até três salários mínimos; não ter histórico de reprovação em mais de uma disciplina por período e estar matriculado apenas em cursos presenciais.

Para obter o direito, basta fazer cadastro pelo site da Superintendência Estadual da Juventude.

A isenção tarifária a estudantes impacta positivamente em uma série de aspectos fundamentais para as cidades, como educação, transporte coletivo, mobilidade urbana e, consequentemente, saúde (entenda por quê).

Goiás é primeiro estado brasileiro a implantar tarifa zero para estudantes. (Foto: Roberto Jayme/UOL)