As hortas urbanas das ruas de São Paulo

Horta das Corujas, na Vila Beatriz, zona oeste de São Paulo (Foto: Karime Xavier)

Foi-se o tempo em que as hortas eram exclusividade dos sítios e fazendas. Hoje, pouco a pouco elas passam a integrar o ambiente da cidade, tornando-se parte do cotidiano de quem vive também nos centros urbanos. Em São Paulo, moradores de diferentes regiões encontraram nas hortas urbanas uma oportunidade de deixar a cidade mais verde e, ao mesmo tempo, ter por perto uma produção independente de verduras, legumes e temperos. Para mostrar um pouco dessa nova realidade, a Folha de S. Paulo fez um levantamento das hortas à beira do asfalto na cidade.

Elas estão na Vila Pompeia, Beatriz, Madalena, Nova Esperança e até na Avenida Paulista, entre tantas outras localidades. São mudas de alface, couve, coentro, pimenta, feijão. Nos últimos meses, muitas áreas de São Paulo viram seus moradores adaptarem praças e terrenos ociosos para a organização de hortas comunitárias, nas quais a colheita é livre e qualquer um pode pôr a mão na terra. Basta chegar e ajudar a plantar. Ou simplesmente colher o que precisar e levar para casa – de graça.

De setembro do ano passado até hoje, pelo menos seis espaços já foram criados e outros quatro devem ser inaugurados nos próximos meses: no Butantã, em Brasilândia, na Faculdade de Medicina da USP e no Centro Cultural São Paulo.

Na Avenida Paulista, próximo à Rua da Consolação, está a Horta do Ciclista. O canteiro, de 30m², de longe não chama muita atenção, mas quem observa melhor vê que ali estão pés de alface, manjericão e até café.

A colheita, em geral, é livre; nas hortas urbanas, prevalece a ideia de comunitário. Utensílios, mudas e adubo às vezes chegam por meio de doações, mas são os próprios voluntários que se mobilizam para conseguir os materiais e realizar a manutenção da horta. E, além da produção de alimentos, as hortas podem ser uma oportunidade de aprender. Como na Horta da Vila Anglo, na Pompeia, onde os organizadores promovem oficinas de educação ambiental para as crianças do bairro.

E aí, se animou com a ideia? Confira dicas de como montar uma horta em casa.

 

Fonte: Folha de S. Paulo