Chineses visitam o Brasil para trocar experiências sobre o espaço urbano

Equipe chinesa no Brasil: troca de conhecimentos sobre o espaço urbano (Foto: Mariana Gil/EMBARQ Brasil)

No final da tarde de domingo, 12, desembarcou em São Paulo o grupo de funcionários do governo chinês e do WRI China que veio ao Brasil para conhecer as práticas do país no que diz respeito ao uso da água e da energia e ao nosso sistema de transporte e às melhorias previstas para os próximos anos. Zhen Sun e Yan Li, da Comissão Nacional de Reforma e Desenvolvimento; Qi Wang, da Comissão de Reforma e Desenvolvimento de Qingdao; Guiyuan Ran, da Comissão de Reforma e Desenvolvimento de Chengdu; Yang Yan, do Comitê de Transportes de Chengdu; e Xiaomei Tan e Hongpeng Lei, do WRI China, passarão três dias no Brasil, acompanhados por Charles Kent, do WRI, e por uma equipe da EMBARQ Brasil, para vivenciar um pouco da experiência brasileira nos grandes espaços urbanos.

A China, atualmente a segunda maior economia do mundo e também o país mais populoso, com cerca de 1,3 bilhão de habitantes, ocupa uma posição cada vez mais significativa no cenário mundial e busca estabelecer um modelo de desenvolvimento para resolver os problemas econômicos e ambientais de forma sustentável. O grupo que visita o Brasil busca promover um intercâmbio de ideias e experiências entre os dois países, de forma a enriquecer as possibilidades de cada um para as questões de transporte e energia.

Em países de dimensões continentais e onde a porcentagem da população urbana aumenta a cada ano, novas maneiras de utilizar o espaço urbano, incluindo os sistemas de água, energia e transporte, fazem-se urgentes e necessárias. Para tanto, China e Brasil formam uma parceria, promovendo o diálogo e a troca de conhecimentos com o objetivo de melhorar a qualidade de vida de seus habitantes.

Nesta segunda o grupo realiza um tour pela capital paulista e pela Marginal Pinheiros. A ideia é observar de perto a situação do trânsito da maior cidade brasileira e discutir o que pode ser feito e o que já está sendo feito para melhorar a mobilidade urbana da cidade. À tarde, a programação envolve uma visita à Editora Abril e à SABESP (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo), onde o grupo conhecerá um pouco do sistema de tratamento e distribuição de água e de coleta e tratamento de esgoto. Depois, a viagem segue para o Rio de Janeiro.