As melhores cidades do mundo para andar de bicicleta

Ciclistas em Amsterdam (Foto: Copenhagenize Design Co.)

A Copenhagenize, consultoria de planejamento e marketing especializada em assuntos relacionados ao transporte sobre duas rodas, divulgou a edição de 2013 do ranking das 20 melhores cidades do mundo para andar de bicicleta.

Em primeiro lugar, está a capital holandesa, Amsterdã, que, de acordo com o parecer do relatório, destaca-se em todos os critérios e é uma cidade em que a experiência de andar de bicicleta é prazerosa e pode ser aproveitada sem medo.

Veja a lista completa das 20 melhores cidades do mundo para andar de bike:

  1. Amsterdã
  2. Copenhagen
  3. Utrecht
  4. Sevilha
  5. Bordeaux
  6. Nantes
  7. Antwerp
  8. Eindhoven
  9. Malmö
  10. Berlim
  11. Dublin
  12. Tóquio
  13. Munique
  14. Montreal
  15. Nagoya
  16. Rio
  17. Barcelona
  18. Budapeste
  19. Paris
  20. Hamburgo

Ciclovia na praia de Copacabana (Foto: Copenhagenize Design Co.)

Para chegar a essa lista, mais de 100 cidades foram analisadas com base em 13 critérios, entre os quais infraestrutura, amparo legal, programas de aluguel, segurança, políticas, planejamento urbano e trânsito. As vinte escolhidas são cidades em que a bicicleta já é encontrou seu papel como meio de transporte sustentável, econômico e saudável e tem sua posição respeitada nas ruas. São exemplos de como as magrelas podem contribuir para a melhora da qualidade de vida da população, da mobilidade urbana e do meio ambiente, seja em cidades grandes ou pequenas.

 Brasil na lista

Rio de Janeiro, única brasileira do ranking, está em 12º lugar; na edição de 2011, a cidade ficou na 18ª posição. Segundo o relatório, a capital fluminense tem potencial para expandir a rede de ciclovias e aumentar o uso das bikes entre os cariocas.

  • http://www.facebook.com/monica.filipa.guerra Mónica Guerra Rocha

    nossa, esse estudo tem toda a credibilidade caida por terra ao considerar o Rio dentro do ranking!!! que mentira!!! uma rede cicloviaria para turista, sem qualquer estrategia, sem conexoes decentes, sem pensar relamente em quem usa a bike como meio de transporte, sem relaçao com a dinamica de deslocamento urbano! uma mentira absurda!! Ciclovia como de botafogo que começam no nada, dao no lugar nenhum, esburacadas, com entradas de shopping centers pelo meio, ou ciclovias como a da orla, do aterro, para passear no final de semana, porque quem se atreve a cruzar o tunel sozinho na vinda do trabalho à noite? quem faz o aterro todos dias como opçao segura de caminho?? ja p nao falar dos acidentes fatais que vêm enchendo as noticias. enfim, uma pena que não se aproveitem estes estudos para apontar verdadeiramente o que deve ser feito, qual o melhor caminho e não vangloriar conquistas que ainda nem começaram. e já agora, nova iorque so nos ultimos 4 anos aumentou exponencialmente a malha cloviaria, dentro de uma estrategia coerente e relacionada com uso do espaço publico que tem recebido louvores de muitos criticos e da propria sociedade. cadê eles no ranking? e Bogotá, cidade latino americana com as iniciativas mais bem sucedidas em politicas de transporte?

  • Pingback: Congestionamento do bem em Amsterdã | TheCityFix Brasil

  • Pingback: Copenhagen, a capital verde europeia de 2014 | TheCityFix Brasil

  • Pingback: Europeus compram mais bikes do que carros | TheCityFix Brasil