Como salvar uma cidade, com cores e criatividade

O antes e o depois da transformação em Tirana, Albânia.

Mudar a cara de uma cidade pode ser mais simples do que parece. O exemplo vem da capital da Albânia, Tirana, onde o ex-prefeito Edi Rama apostou na força das cores para levantar a auto-estima dos cidadãos. Em 2001, quando assumiu a prefeitura, Rama encontrou uma cidade quase esquecida, com espaços públicos degradados, altos índices de criminalidade e edifícios sem manutenção.  Foi, então, que a decisão de pintar as fachadas de prédios antigos começou a dar um novo rumo para Tirana.

tihana2

O projeto é muito parecido com o conceito do Let’s Colour, que apresentamos no início do ano, que está passando por diversas cidades do mundo para levar mais cor para o ambiente urbano. De acordo com o site Follow the Colours, quando o primeiro prédio laranja surgiu, um agente da União Europeia, responsável pelos fundos da reforma, logo manifestou resistência e exigiu “compromisso” do prefeito com a utilização de cores mais neutras. Rama lhe respondeu: “Não, me desculpe. Compromisso, em cores, é cinza. E nós temos cinza o suficiente para uma vida inteira. Está na hora de mudar.”

Além de dar cor aos monótonos prédios residenciais da época comunista, a mudança proposta por Rama envolveu a demolição de construções ilegais e sem segurança, a construção de mais ruas e redes de esgoto, além da plantação de milhares de árvores. Também houve preocupação especial com o lixo e milhares de toneladas foram retiradas da beira do rio que corta Tirana.

tihana4

tirana-3

tirana-5

Segundo o ex-prefeito, a reabilitação dos espaços públicos reacendeu o sentimento de pertencimento à cidade, que as pessoas haviam perdido.

“A tinta nas paredes não alimentou as crianças nem curou os doentes, mas ela reascendeu nas pessoas a esperança e a visão de que as coisas podem ser feitas de um jeito diferente”, declarou Rama.

tirana

tirana6

tirana8

tihana5

Vale conferir toda história contada por Edi Rama, no TED.

Fonte: Follow The Colours