Segurança Primeiro: iniciativa para diminuir incidentes com ônibus no Brasil

Belo Horizonte é uma das cidades pesquisadas. (Foto: André Jacobsen / SIBRT)

Em uma força-tarefa para diminuir o número de incidentes com ônibus no país, a EMBARQ Brasil (produtora deste blog) está desenvolvendo o projeto “Segurança Primeiro” – uma pesquisa de boas práticas de gestão de segurança viária entre agências e operadores de transporte em cidades latino-americanas. São parceiros da iniciativa a Associação Latino-Americana de Sistemas Integrados e BRT – SIBRT e a EMBARQ México.

Financiado pela FedEx , o projeto pretende reunir informações sobre ações de operadores que estão dando certo em cidades da América Latina. Ao final do processo, será realizado um manual com os exemplos de sucesso. O objetivo é estimular a preocupação com a segurança viária dentro das empresas que operam o transporte urbano, a partir da gestão interna e treinamento dos motoristas, para reduzir o número de incidentes envolvendo ônibus urbanos nos países latino-americanos.

Até agora, São Paulo e Belo Horizonte já foram visitadas. Curitiba e Rio de Janeiro receberão os técnicos da EMBARQ Brasil nas próximas semanas.

Equipe à frente do Segurança Primeiro no Brasil:

  • André Jacobsen, especialistas em Benchmarking da SIBRT
  • Brenda Medeiros, coordenadora de Projetos de Transporte da EMBARQ Brasil
  • Marta Obelheiro, coordenadora de Projetos de Saúde e Segurança Viária da EMBARQ Brasil
  • Paula Santos, engenheira de Transportes da EMBARQ Brasil

Visita a Belo Horizonte

Equipes BHTrans e EMBARQ Brasil reunidas.

No início do mês (07 e 08/03), a cidade visitada foi Belo Horizonte, onde a coordenadora de Projetos de Transporte da EMBARQ Brasil, Brenda Medeiros, e André Jacobsen, especialista em Benchmarking da SIBRT, reuniram-se com representantes da BHTrans e operadores.

Os técnicos conheceram o programa Qualibus, da BHTrans, que, entre outras ações, promove a certificação dos operadores de ônibus na capital mineira. “Na certificação de todos os operadores, são amplamente difundidos três valores primordiais: lembrar que a vida das pessoas é o mais importante, minimizar os impactos ambientais e saber utilizar os espaços viários de forma mais consciente”, ressaltou o gestor do projeto, Max Wilson Ramos, ao lançamento do Qualibus.

Os especialistas da EMBARQ Brasil e SIBRT também visitaram as operadoras Nova Suissa e Betânia Ônibus para conhecer os treinamentos de segurança específicos de cada empresa. Uma ação que chamou a atenção foi o Programa Sinal Verde, desenvolvido pela Nova Suissa, que estipula procedimento e critérios para avaliar seus motoristas. Estes recebem incentivos para atingir metas mensais de boa conduta e segurança. A ação é uma forma de estimular o condutor que, segundo Brenda Medeiros, é mal visto pela maioria da população hoje:

“Se o ônibus freia de forma abrupta a culpa é do motorista e as pessoas reclamam, mas quem sabe ele salvou a vida de alguém, naquele momento, ou evitou um acidente? É interessante observar o outro lado, o lado do motorista. Cada vez mais fica claro que a segurança não deve ser avaliada apenas na forma de conduzir, mas como um processo integral que envolve as empresas, as agência reguladoras e a população”, observa a especialista.