Um ano bom

Sem dúvidas, 2012 foi um bom ano em termos de mobilidade urbana no Brasil. Confira a retrospectiva:

(Foto: Mariana Gil/EMBARQ Brasil)

 Neste ano, entrou em vigor a lei da Política Nacional de Mobilidade Urbana, que está fundamentada nos princípios do desenvolvimento sustentável das cidades, da acessibilidade universal, da equidade no acesso dos cidadãos ao transporte público coletivo, da segurança nos deslocamentos das pessoas, entre outros.

(Foto: Mariana Gil/EMBARQ Brasil)

 O PAC Mobilidade Médias Cidades foi lançado para beneficiar 75 cidades de 250 a 700 mil habitantes, espalhadas por 18 estados. O programa disponibilizará 7 bilhões para projetos estruturantes de mobilidade urbana, que além de beneficiar a população local também servirão como modelo para as cidades menores.

(Foto: Jeanne Gibson)

 A mobilidade urbana foi um dos temas centrais das eleições municipais de 2012. Em inúmeras cidades, candidatos e suas equipes pesquisaram, debateram e discutiram sobre as políticas de mobilidade de seus municípios e planos para tornar os deslocamentos mais limpos, rápidos, seguros, confortáveis, etc.

 

(Foto: Mariana Gil/EMBARQ Brasil)

 A conferência Rio+20 renovou a reflexão mundial sobre sustentabilidade. O evento, que aconteceu no Rio de Janeiro, foi especialmente significativo para a área de transporte sustentável: foram 30 eventos internacionais de alto nível focados neste tema, 2 parágrafos relacionados no documento final da conferência, diversos comprometimentos adotados por agências da ONU, associações, ONGs e bancos de desenvolvimento.

(Foto: Mariana Gil/EMBARQ Brasil)

 O Rio de Janeiro lançou o corredor Transoeste, BRT de alta qualidade que deve servir de modelo para outras cidades. O Transoeste é o primeiro de uma série de quatro corredores que ficarão prontos até as Olimpíadas de 2016.

(Foto: Bruno Namorato/SM2 Fotografia)

 Várias cidades brasileiras inauguraram seus sistemas de bike sharing, tornando o conceito cada vez mais difundido no Brasil.

Gostou? Saiba mais um fato positivo: nunca, desde a década 1980, houve tanto investimento em infraestrutura de mobilidade urbana no país, graças aos grandes investimentos das cidades do Rio de Janeiro e São Paulo, somados aos investimentos do PAC Cidades da Copa, PAC Grandes Cidades e PAC Médias Cidades. É claro que, apesar de todas essas vitórias, ainda há muito para melhorar. Por isso, desejamos que 2013 seja um ano ainda melhor que 2012 no avanço das cidades brasileiras para tornarem-se lugares mais sustentáveis, humanos e felizes. Que os gestores públicos e a sociedade possam trabalhar juntos para construir ambientes em que todos nós possamos viver e conviver com paz, segurança e qualidade de vida.

Vem 2013, te esperamos de braços abertos!