BRT de Belém será entregue no final de 2013

Transformação já é visível na av. Almirante Barros. (Foto: BRT Belém)

Mesmo com atrasos em sua primeira fase, o projeto BRT Belém deve ser entregue no final do próximo ano, segundo informações da Unidade de Gerenciamento de Projetos Especiais (UGPE) da Prefeitura Municipal. A expectativa é que, após a conclusão, o sistema percorra um total de 20 km nas avenidas Almirante Barroso e Augusto Montenegro, que beneficiarão 800 mil pessoas, diariamente. O projeto está orçado em cerca de R$ 400 milhões, recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), do governo federal, e da Prefeitura de Belém.

A informação inicial era de que, até o fim de novembro deste ano, os ônibus articulados e biarticulados já estariam circulando entre Entroncamento e São Brás. Porém, houve dificuldades para reposicionar o pilar de sustentação de um dos três elevados que estão sendo construídos na área, o que resultou no atraso, segundo a UGPE.

A primeira fase deve ser concluída até o final do próximo semestre, quando começam a circular, então, os novos ônibus e as estações serão inauguradas. A conclusão total do projeto deve ocorrer no final do ano. Segundo a UGPE, 60% das oito paradas especiais do BRT já foram alocadas na avenida Almirante Barroso.

Testes com os novos ônibus articulados já foram realizados. (Foto: BRT Belém)

Conheça mais sobre o BRT Belém:

  • O BRT deve reduzir em até 60% o tempo de viagem nos horários de pico no trânsito de Belém. Antes o passageiro levava quase 2h de Icoaraci até São Brás, após a implantação do sistema esse percurso deve ser feito em 45 minutos;
  • Cerca de 800 mil pessoas por dia. É quantidade de passageiros que o BRT vai transportar quando estiver operando;
  • Os ônibus do BRT serão do tipo articulados com capacidade para 180 passageiros e biarticulados com capacidade para 250;
  • O sistema BRT vai operar com 23 estações no total, sendo nove na Avenida Almirante Barroso e 14 na Avenida Augusto Montenegro;
  • Serão construídos ainda três terminais de integração (Icoaraci, Entroncamento e São Brás);
  • A ciclovia do BRT vai ter 20 quilômetros de extensão, partindo da Avenida Augusto Montenegro e chegando até a Almirante Barroso;
  • Pelo menos 594 novas árvores serão plantadas em Belém, principalmente no corredor da Avenida Almirante Barroso para compensar as que foram cortadas durante a implantação do projeto no local.

 

 Fontes: Diário do Pará e BRTBelem