Empresas de transporte coletivo estão se adequando para atender deficientes em Cuiabá

(Foto: APNEN)

Por Welington Sabino. Publicado na Gazeta Digital em 01/12/2012.

Aos poucos, as empresas que atuam no transporte coletivo de Cuiabá estão promovendo mudanças e melhorando a questão de acessibilidade para atender aos cidadãos deficientes usuários de ônibus na Capital e assim respeitar a lei que confere a essas pessoas plenos direitos de ir e vir com total acessibilidade, por meio de veículos adaptados. A constatação é do Instituto de Pesos e Medidas de Mato Grosso (Ipem-MT) que realizou a Operação Vulcano para vistoriar os veículos parte dos ônibus que rodam em Cuiabá. De um total de 182 veículos inspecionados, 133 foram aprovados enquanto uma menor parte, 49, foi reprovada.

O órgão vai fiscalizar a cada 2 meses o segmento com foco nos veículos que não se adaptaram. Foram 21 (rodoviária) e 72 (urbana). Os 04 veículos fabricados no modelo frescão também foram aprovados.

De acordo com Ipem, o resultado da operação apontou que algumas empresas tiveram melhoria considerável na questão da acessibilidade. A vistoria abrangeu ônibus de empresas rodoviárias que operam no Estado e também do transporte coletivo da Capital, tanto novos quanto antigos que passaram pela adaptação.

“Algumas empresas além de se adaptarem deram início a renovação dos veículos antigos. Mostra que parte do empresariado está se empenhando e com isso o setor está se adequando. Por outro lado, algumas empresas pequenas, de microônibus embora tenham sido notificadas em operações orientativas, não realizaram nenhuma alteração”, complementou, via assessoria, Bento Francisco Gomes Bezerra, coordenador de Fiscalização da Conformidade do Ipem.

Segundo Bento, os prazos para as empresas promover adaptações nos veículos já decorreram e quem não se adaptou tem que fazer a regularização de acordo com a legislação. “O usuário não pode ficar sem o atendimento das suas necessidades”. A Operação Vulcano aconteceu entre os dias 21 e 26 de novembro em Cuiabá e Várzea Grande.