Mobilidade e as cidades sustentáveis

Laura Valente, consultora do WRI. (Foto: Mariana Gil / EMBARQ Brasil)

Aproximar as pessoas uma das outras por meio de soluções sustentáveis de transporte. Este foi o mote da apresentação de Laura Valente, consultora do Instituto de Recursos Mundiais (WRI) para Cidades, primeira palestrante do workshop PAC Mobilidade Urbana: como construir projetos sustentáveis, na manhã desta quarta-feira (28/11), em Brasília.

“As pessoas gostam de pessoas, se interessam uma pelas outras, por isso houve esse rápido crescimento da população nas cidades”, explica Laura. A especialista apresentou o impacto que este crescimento urbano está causando ao mundo e à população, especialmente no aumento das emissões de gases de efeito estufa que aceleram as consequencias das mudanças climáticas.

“O setor de transportes é o que mais polui as cidades e também onde as emissões mais crescem, anualmente”, lembra Laura. De acordo com a especialista, as soluções estão mais próximas do que parecem e os investimentos em transporte coletivo e meios não-motorizados são as opções mais reais.

Laura durante sua apresentação. (Foto: Mariana Gil / EMBARQ Brasil)

A bicicleta e o sistema BRT ganharam destaque na apresentação de Laura, que acredita que a solução também deve estar atrelada a uma boa integração entre os diferentes meios de se deslocar pela cidade. Assim, as pessoas seriam estimuladas a deixar o automóvel e iniciar uma mudança de paradigma de deslocamentos.

* Laura Valente é arquiteta, docente e consultora. Laura é mestre (MSc) em ciência ambiental pela Universidade de São Paulo e em gestão ambiental pela Universidade de Oxford, com bolsa Chevening do Governo Britânico. Foi diretora regional para América Latina e Caribe do ICLEI-Governos Locais pela Sustentabilidade, por mais de oito anos. Em maio de 2011, assumiu a diretoria de produção e consumo sustentáveis no Ministério do Meio Ambiente, onde coordenou a edição final do Plano de Ação sobre Produção e Consumo Sustentáveis, lançado em novembro de 2011. Atualmente é consultora do Instituto de Recursos Mundiais – WRI – no Brasil.