Começa o workshop ‘PAC Mobilidade Urbana: como construir projetos sustentáveis’, em Brasília

Luiza Gomide. (Foto: Mariana Gil / EMBARQ Brasil)

“É necessário o debate de como queremos construir as nossas cidades, com foco nas pessoas. Uma cidade mais humana”. Com estas palavras, Luiza Gomide, diretora de Mobilidade Urbana da Secretaria Nacional de Transporte e da Mobilidade Urbana do Ministério das Cidades (SeMob), abriu sua fala na cerimônia de abertura do workshop PAC Mobilidade Urbana: como construir projetos sustentáveis, na manhã desta quarta-feira (28/11), em Brasília. Também abriram o evento o diretor-presidente da EMBARQ Brasil, Luis Antonio Lindau, e o presidente da Diretoria Executiva da Associação Nacional das Empresas de Transportes Urbanos (NTU), Otávio Vieira da Cunha Filho.

“Existe uma necessidade de trazer exemplos internacionais para o setor de Transportes para que haja uma transferência de conhecimentos. Se continuarmos no mesmo modelo, o número de automóveis vai continuar crescendo com a urbanização. Então precisamos pensar, como será o transporte nas nossas cidades? Boa parte do futuro das cidades brasileiras está nas mãos dos senhores”, pontuou Lindau.

Lindau durante cerimônia de abertura. (Foto: Mariana Gil / EMBARQ Brasil)

Otávio Vieira da Cunha Filho lembrou que o paradigma da priorização do automóvel já está começando a mudar no país. “Algumas decisões recentes estão ajudando a mudar este panorama. Os recursos que o governo federal está disponibilizando por meio dos PACs, mais as contrapartidas dos Estados, somam mais de 6 bilhões destinados a melhorar a mobilidade urbana do país. Também a nova legislação estabelece diretrizes para guiar os municípios na busca da qualificação do transporte público, isso é fundamental.”

Um vídeo de Luis Gutiérrez, diretor estratégico para a América Latina da EMBARQ e secretário geral da SIBRT, que não pode estar presente na capital federal, também saudou os presentes.

Otávio Vieira. (Foto: Mariana Gil / EMBARQ Brasil)

Promovido pela EMBARQ Brasil com apoio da Secretaria Nacional de Transporte e da Mobilidade Urbana do Ministério das Cidades (SeMob), daAssociação Nacional das Empresas de Transportes Urbanos (NTU) e daAssociação Latino-Americana de Transporte Integrado e Sistemas de Bus Rapid Transit (SIBRT) , o workshop reúne cerca de 120 participantes vindos de 36 cidades brasileiras contempladas pelo PAC 2. O grande objetivo é auxiliar estes municípios a desenvolver e aperfeiçoar seus projetos de mobilidade de maneira sustentável.

Participantes atentos. (Foto: Mariana Gil / EMBARQ Brasil)

Laura Valente, consultora do Instituto de Recursos Mundiais (WRI) para Cidades, e Renato Boareto, coordenador de Mobilidade do IEMA (Instituto de Energia e Meio Ambiente), são os primeiros palestrantes da manhã. Acompanhe aqui, ao longo do dia, a cobertura completa do workshop PAC Mobilidade Urbana: como construir projetos sustentáveis.