Rio lança mapa cicloviário; conheça as melhores rotas para pedalar!

No embalo da Semana da Mobilidade e do Dia Mundial Sem Carro, o Rio de Janeiro apresentou seu primeiro guia oficial para ajudar os ciclistas a se deslocarem com mais segurança. O mapa cicloviário da cidade, produzido pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SMAC) e a Riotur, é bem completo e mostra ciclovias, rotas, pontos turísticos e bicicletários presentes na Zona Sul, Centro e em alguns bairros da Zona Norte.

A cartilha também traz os pontos de conexão com o transporte público e o BikeRio, sistema de compartilhamento de bicicletas públicas da cidade. Além disso, são apresentadas dicas de segurança e regras de trânsito a serem seguidas pelos bikers ao dividirem a rua com os carros, informações técnicas sobre a bicicleta, e também os benefícios que o hábito de pedalar pode trazer às pessoas e à cidade.

De acordo com a SMAC, hoje o Rio conta com 290 km de ciclovias e o plano, até as Olimpíadas, é chegar a 450 km. O objetivo do projeto é interligar as ciclovias das três regiões até 2016.

O mapa cicloviário é parte do programa “Rio Capital da Bicicleta” e é distribuído gratuitamente nos postos de informações turísticas da cidade.

Clique aqui para abrir a cartilha completa com o Mapa Cicloviario do Rio.

Programa Capital da Bicicleta pretende tornar Rio referência na América Latina. (Foto: Eliane Carvalho)

Sobre o “Rio Capital da Bicicleta”

A Prefeitura do Rio vem desenvolvendo uma série de projetos para incentivar o uso da bicicleta como meio de transporte diário entre sua população. As iniciativas abrangem desde construção de ciclovias e ciclofaixas até campanhas de valorização do uso da bike e seus benefícios à saúde e ao meio ambiente, como o mapa cicloviário lançado nesta sexta-feira.

O Programa está relacionado com o Projeto de Despoluição, já que contribui para o atendimento das metas de redução de 8% das emissões de gases do efeito estufa até o final de 2012. A coordenação do programa é da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, formado por representantes da SMU/Secretaria Municipal de Urbanismo, SMTR/Secretaria Municipal de Transportes, SMO/Secretaria Municipal de Obras e organizações não governamentais vinculadas ao tema.