Transporte sustentável ganha espaço na agenda global

Líderes da Rio+20 reunidos para definir documento final. (Foto: United Nations Information Centres)

Apesar das críticas, o documento final da Rio+20, organizado pela ONU, aponta avanços em relação aos rumos do transporte sustentável no mundo. Pesquisadores, especialistas e representantes de organizações ligadas à mobilidade elogiaram as referências diretas ao transporte sustentável no documento oficial – como Holger Dalkmann, diretor da EMBARQ (produtora do TheCityFix), destacou em suas percepções sobre a Conferência.

Abaixo, veja na íntegra os parágrafos que fazem referência ao transporte sustentável no documento final da Rio+20, dentro de “Áreas temáticas e questões multisetoriais”, no Capítulo 5 – Estratégias de Ação e Acompanhamento:

Transporte Sustentável

132. Notamos que o transporte e a mobilidade são fundamentais para o desenvolvimento sustentável. O transporte sustentável pode reforçar o crescimento econômico e melhorar a acessibilidade. O transporte sustentável alcança uma melhor integração da economia ao mesmo tempo em que respeita o meio ambiente. Reconhecemos a importância do movimento eficiente de pessoas e bens, e acesso ao transporte ambientalmente saudável, seguro e acessível como um meio para melhorar a equidade social, a saúde, a resiliência das cidades, as ligações urbano-rurais e a produtividade das áreas rurais. A este respeito, devemos levar em conta a segurança viária como parte de nossos esforços para alcançar o desenvolvimento sustentável.

133. Apoiamos o desenvolvimento de sistemas de transporte sustentáveis, incluindo eficiência energética de sistemas multimodais de transporte, sistemas de transporte público de massa, combustíveis limpos e veículos, bem como sistemas de transporte qualificados para zonas rurais. Reconhecemos a necessidade de promover uma abordagem integrada à formulação de políticas nos níveis nacional, regional e local para serviços e sistemas de transporte para promover o desenvolvimento sustentável. Também reconhecemos que as necessidades especiais de desenvolvimento do transporte para países em desenvolvimento sem litoral precisam ser levadas em conta ao estabelecer sistemas de transporte sustentáveis. Reconhecemos a necessidade de apoio internacional aos países em desenvolvimento a este respeito.